Siga-nos
Leandro Bernardes/PxImages

Notícias

Dana White revela condição de Khabib para retorno ao UFC: “Me impressionem”

Demorou, mas, enfim, o mistério em relação ao futuro de Khabib Nurmagomedov foi parcialmente solucionado. Em outubro de 2020, o campeão do peso-leve (70 kg) da organização se aposentou após finalizar Justin Gaethje, mas neste sábado (16), Dana White sinalizou que o retorno da estrela ao esporte ainda pode se concretizar. Inclusive, o cartola deu a entender que isso pode acontecer caso ocorra uma surpresa na divisão. Vale lembrar que a dupla se reuniu na última sexta-feira (15), na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU).

Ao participar da transmissão do UFC na ‘ESPN’ americana, Dana White se mostrou confiante em um desfecho positivo. Além disso, o cartola revelou que o UFC 257, que acontece no dia 23 de janeiro, e a ascensão de Charles ‘Do Bronx’ podem interferir na decisão de Khabib. Na atração que encerra o tour da organização pela ‘Ilha da Luta’, Conor McGregor e Dustin Poirier protagonizam o ‘main event’ e Dan Hooker e Michael Chandler se encaram no ‘co-main event’.

“Eu fiquei surpreso quando ele anunciou a aposentadoria, não gosto quando pessoas tomam decisões de cabeça quente. Conversamos e ele disse: ‘Se eles mostrarem algo que me surpreenda, eu luto com um deles. Khabib me disse que ficou impressionado com a forma como Charles venceu o Ferguson. Ainda temos o ‘co-main event’ da semana que vem. Enfim, algumas lutas para ficarmos de olho”, declarou Dana.

Um dos principais fatores que motivou a aposentadoria de Khabib foi a morte de seu pai e mentor, Abdulmanap Nurmagomedov. Após o UFC 254, o russo revelou que prometeu à sua mãe nunca mais lutar, porém Dana White nunca desistiu de contar com o campeão do peso-leve da organização. Para o retorno do número um da categoria, a imprensa especulou o nome de Georges St-Pierre como principal oponente.

Khabib Nurmagomedov, de 32 anos, é um dos lutadores mais dominantes da história do MMA. Os triunfos mais importantes do campeão do peso-leve do UFC foram diante de Conor McGregor, Justin Gaethje, Dustin Poirier, Rafael dos Anjos, Edson Barboza e Gleison ‘Tibau’. Atualmente, o russo se transformou em homem de negócios e virou presidente do EFC (Eagle Fighting Championship), sua própria organização de MMA.

Mais em Notícias