Siga-nos

Notícias

Covington se desculpa após quebrar promessa e provocar companheiro de ATT

Colby Covington é conhecido por sua personalidade forte e polêmica – Diego Ribas

O mundo vive mesmo um momento inusitado. E a onda de situações inesperadas atingiu também a comunidade do MMA. Após descumprir uma promessa feita a Dan Lambert – líder da equipe ‘American Top Team’ – de que evitaria provocar seus companheiros de time, Colby Covington, conhecido por sua personalidade forte e polêmica, se arrependeu e pediu desculpas públicas a Dustin Poirier, um de seus inúmeros desafetos e último alvo de seus ataques.

O imbróglio entre os dois teve início em setembro do ano passado, quando Colby declarou publicamente sua aposta na vitória de Khabib Nurmagomedov sobre o companheiro de equipe no UFC 242, onde os pesos-leves (70 kg) disputariam o título da divisão. A postura do falastrão obviamente desagradou Poirier e, desde então, ambos trocam palavras pouco amistosas pela imprensa e através das redes sociais. Com as coisas saindo um pouco de seu controle, e Dustin ameaçando agredir o desafeto na academia da ATT, Dan Lambert teve que intervir para acalmar os ânimos.

Apesar da promessa feita ao empresário, Covington, ao seu melhor estilo, voltou a disparar contra o colega de time em entrevista à emissora americana ‘ESPN’, na última segunda-feira (16). Questionado sobre o imbróglio com Dustin, o falastrão afirmou que a relação entre ambos na academia estava civilizada, mas que, se estivessem na rua, o desafeto correria dele. Aparentemente arrependido, ‘Chaos’, como é conhecido, se desculpou por sua declaração e lamentou ter se excedido em suas palavras novamente.

“Eu quero pedir uma pequena desculpa, eu me excedi ontem (segunda-feira). Posso ser o homem maior e admitir quando estou errado. Eu quebrei uma promessa (feita) a Dan Lambert, e me sinto extremamente envergonhado de mim mesmo por isso. Eu achei que – você sabe, eu fui pego no momento, e fui pego de surpresa com uma pergunta ontem, quando perguntaram sobre Dustin Poirier, e eu meio que me arrependo disso. Gostaria de não ter sido tão duro com ele”, lamentou Covington, ao site ‘MMA Junkie’, antes de completar.

“Ele é um companheiro de time, ele é um amigo agora, nós não temos nenhuma briga pessoal mais. São apenas negócios, e tudo precisa se manter calmo e bom na American Top Team. Eu não quero mais problemas com isso, apenas quero seguir em frente. Ele está em uma classe de peso diferente, e eu vou focar no que é importante e está em minha frente, seja ‘Marty Fakenewsman’ (Kamaru Usman), ‘Journeyman’ Jorge Masvidal ou ‘Tyquil’ Woodley”, concluiu o ex-desafiante ao cinturão meio-médio (77 kg) do UFC, que também utilizou sua conta oficial no ‘Instagram’ para se desculpar pelo ocorrido (veja abaixo ou clique aqui).

“Fiz um acordo para manter as coisas civilizadas com Dustin Poirier e o quebrei em uma entrevista ontem. Sou um homem de palavra e peço perdão pelo meu erro”, escreveu Colby na legenda de sua publicação, onde aparece em uma foto ao lado do companheiro de ATT.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Made a deal to keep it civil with @dustinpoirier and broke it in an interview yesterday. I’m a man of my word and I apologize for the mistake.

Uma publicação compartilhada por colbycovington (@colbycovmma) em


Além da desavença com Dustin Poirier, Colby acumula outros desafetos entre seus companheiros de equipe na ATT. Jorge Masvidal, seu antigo amigo pessoal, e Joanna Jedrzejczyk já expressaram diversas vezes sua antipatia quanto ao personagem criado por Covington nos últimos anos, que não poupa nem seus colegas de time de provocações para se promover. Alguns dos vários atletas brasileiros que treinam na academia baseada na Flórida também ainda não engoliram as palavras pouco amigáveis em relação ao Brasil e à sua população, expressadas pelo americano ao competir em solo brasileiro contra Demian Maia, em 2017.

Mais em Notícias