Siga-nos

Notícias

Contratado pelo Bellator, Nick Newell cutuca presidente do UFC: “Foi bom ser tratado como um ser humano”

Após vencer Corey Browning em sua luta de estreia, e única prevista no acordo anterior, pelo Bellator, Nick Newell assinou um novo contrato com a organização, desta vez, com quatro combates esperados. O peso-leve (70 kg) – que possui uma malformação congênita no braço esquerdo e, obviamente, teve que encarar muitos olhares tortos e preconceitos em sua carreira no MMA – declarou, ao site ‘MMA Fighting’, que se sentiu valorizado como lutador pela entidade presidida por Scott Coker.

Como todo lutador, Newell possuía o desejo de se apresentar no octógono do UFC, maior evento de MMA do mundo, mas o americano enfrentou uma rejeição inicial de Dana White – presidente da organização –, que apontava sua deficiência física como um empecilho para sua contratação. No entanto, com o crescimento do peso-leve em sua carreira, que até então contava com apenas uma derrota em 15 combates, o cartola se viu obrigado a mudar de ideia e dar uma oportunidade a Nick de conseguir um contrato com o Ultimate através do programa ‘Contender Series’.

Em julho do ano passado, Newell acabou derrotado por pontos para Alex Munoz e viu o sonho de se tornar um lutador contratado pelo UFC ir por água abaixo. Acostumado a se superar, o peso-leve se recuperou com duas vitórias seguidas e conquistou um acordo longo e definitivo com outra importante organização no cenário do MMA, o Bellator. E, de acordo com ele, foi o melhor que poderia ter acontecido em sua carreira.

“Eu acho que Scott (Coker) viu valor em mim. Além disso, eu atraio muitos olhares quando luto. Sou divertido (de assistir) e tenho uma história interessante. Eu sou um artista marcial misto habilidoso e legítimo. Estou entre os melhores do mundo. Eles viram valor em mim, viram o que eu sou capaz de fazer, os caras que eu venci, e o recorde deles. Tenho vencido lutadores bons, com recordes vencedores. E tenho feito de forma impressionante”, declarou Nick, antes de completar.

“Foi bom ser tratado como um ser humano por Coker e não como uma novidade que não pertence (ao MMA). Fez me sentir muito bem ser reconhecido pelas minhas habilidades por aquela que eu acredito que vai ser a melhor organização de MMA do mundo. Eu estou pronto para ser parte de algo especial no Bellator. Não quero ir a nenhum outro lugar. É aqui que eu quero estar. Quero lutar aqui até encerrar minha carreira”, decretou o peso-leve.

Apesar da confirmação do novo contrato assinado com o atleta, o Bellator ainda não informou oficialmente quando será a próxima luta de Nick Newell pela organização. Com o contrato longo garantido, o lutador afirmou que pretende crescer gradativamente dentro da categoria em busca do título, atualmente em posse do brasileiro Patrício ‘Pitbull’ Freire.

Mais em Notícias