Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Comentarista do Bellator faz previsão ousada sobre futuro de Ferguson: “Pode ser cortado”

Não é segredo que UFC e Bellator são as principais forças do MMA mas, apesar de serem organizações rivais, os mandatários Dana White e Scott Coker se respeitam. No entanto, ‘Big’ John McCarthy parece disposto a acabar com a política da ‘boa vizinhança’. O ex-árbitro, que também atua como comentarista do Bellator, recentemente, polemizou ao vetar a contratação de Yoel Romero – confirmada dias depois pela companhia – e, agora, não perdoou a performance de Tony Ferguson na derrota para Charles ‘Do Bronx’, no UFC 256, evento realizado no último sábado (12), em Las Vegas (EUA).

Em seu próprio podcast ‘Weighing In’, McCarthy lembrou que Dana White anunciou que o quadro do UFC passaria por uma mudança drástica e citou Ferguson como um dos prováveis 60 nomes cortados. O ex-árbitro justificou sua posição ao apontar a forma dominante como Ferguson foi derrotado por Justin Gaethje e por Charles e cravou que o atleta não lutará pelo cinturão do peso-leve (70 kg), tampouco vencerá os melhores atletas da categoria.

“Acho que eles (UFC) vão cortá-lo. Posso estar errado sobre isso, mas a razão pela qual digo isso, primeiro é que Tony sempre teve uma relação complicada com certas pessoas no UFC. Ele sente como se tivesse sido impedido, enganado em certas coisas. Tudo bem, você pode dizer essas coisas quando está ganhando. Mas dê uma olhada nas duas últimas apresentações dele. Na luta com Justin Gaethje, ele lutou para valer, mas levou uma surra feia. Agora, ele perdeu feio. Então você olha para os leves e pensa ‘Tony Ferguson vai lutar pelo título?’. Isso não vai acontecer. Ele teria que vencer algo entre quatro ou cinco lutas consecutivas contra os maiores talentos e isso provavelmente não vai acontecer. Então você vai mantê-lo por quais motivos? Isso não vai te fazer nenhum bem como promoção. Não sei, só olho e digo que ele pode ser um daqueles 60 caras”, decretou McCarthy.

Antes de ser derrotado por Justin Gaethje e Charles ‘Do Bronx’, Tony Ferguson ostentava uma sequência de 12 vitórias no peso-leve diante de nomes importantes como Anthony Pettis, Donald Cerrone, Edson Barboza, Kevin Lee, Rafael dos Anjos, entre outros e era apontado como a principal ameaça ao reinado do campeão Khabib Nurmagomedov. Em sua carreira, o atleta disputou 30 lutas, venceu 25, foi derrotado cinco vezes e, atualmente, se encontra em quarto no ranking da categoria.

Mais em Notícias