Siga-nos

Entrevistas

Michel Pereira critica justificativa de ex-campeão do UFC por luta recusada: “É desculpa”

Apesar de ter um adversário perigoso no UFC Vegas 17, Michel Pereira se envolveu em uma polêmica nos bastidores. No último evento da atual temporada do UFC, que vai acontecer neste sábado (19), o brasileiro tem como adversário ‘Khaos’ Williams, porém é Anthony Pettis que o tira do sério. Anteriormente, o paraense afirmou que o ex-campeão do peso-leve (70 kg) negou enfrentá-lo. Ao saber disso, o norte-americano se explicou, mas, ao que parece, Michel não comprou a justificativa do ‘Showtime’.

Em conversa com a Ag Fight durante o media day virtual da atração (veja acima ou clique aqui), o ‘Paraense Voador’ voltou a comentar a respeito da luta que não aconteceu e não escondeu sua irritação com a posição adotada por Pettis. Michel, novamente, lamentou perder a oportunidade de enfrentar um grande nome no octógono e cravou que a justificativa dada pelo norte-americano não passa de desculpa.

“Acho que ele está dando desculpas. Ele teve muito tempo para pensar, aceitar e poderia ter falado isso, que não poderia lutar dia 12 e sim 19, mas ele recusou a luta e isso quase me prejudica de não lutar em dezembro. Fiquei muito chateado com ele por conta disso. Se estivesse mesmo machucado, que nem falou, que foi o que chegou para mim, estaria tranquilo. Se o cara está machucado, está machucado. Agora, inventar desculpa. Ele não estava machucado, porque se vai lutar dia 19, não estava machucado nas costas. Era mentira, mas não sei o que ele pensa. Eu que fui atrás de uma luta ou então faria isso só em fevereiro. Ou Pettis está com medo de mim ou é porque não sou ranqueado ainda. Inventar uma lesão nas costas foi estranho. Ele recusou me enfrentar e vai lutar no mesmo dia que eu? Por que não lutou comigo?”, declarou Michel.

Por conta de seu estilo de luta, Michel Pereira, de 27 anos, é um dos atletas mais populares da nova geração do MMA nacional. O brasileiro estreou no UFC em 2019, atuou quatro vezes pela companhia, possui duas vitórias e duas derrotas e já conquistou três bônus (dois de performance e um de luta da noite). Em sua carreira, o ‘Paraense Voador’ disputou 37 lutas, venceu 24, foi derrotado em 11 e apresenta dois no-contest.

Mais em Entrevistas