Siga-nos
Maria Suarez

Notícias

Chael Sonnen é processado por casal após suposta agressão em hotel de Las Vegas

Ex-lutador do UFC e atual comentarista da ‘ESPN’ americana, Chael Sonnen enfrenta sérios problemas com a Justiça norte-americana. Além de responder por 11 acusações decorrentes de uma suposta briga em um hotel localizado em Las Vegas (EUA), em dezembro, o veterano está sendo processado por um casal que o acusa de atacá-los sem motivo no incidente do final do ano passado.

De acordo com o site ‘MMA Fighting’, que teve acesso ao processo, Christopher Stellpflug e Julie Stellpflug alegam que o ex-lutador os atacou de surpresa durante o incidente no ‘Four Seasons Hotel’, em Las Vegas, deixando-os com múltiplas lesões pelo corpo, incluindo concussões cerebrais em ambos. O processo movido pelo casal cobra de Sonnen valores superiores a 15 mil dólares por lesão corporal e inflicção intencional de estresse emocional.

Em entrevista ao ‘Las Vegas Review Journal’, que foi o primeiro a noticiar a abertura do processo contra o ex-UFC, o casal Stellpflug alegou ter ficado severamente traumatizado pelo incidente, apresentando sintomas de estresse emocional até hoje. Ainda de acordo com a publicação, Sonnen deverá comparecer ao tribunal no dia 30 de abril.

O processo, aberto pelo casal Stellpflug na última sexta-feira (25), dá detalhes da versão das supostas vítimas sobre o ocorrido no dia 18 de dezembro. De acordo com o relato dos requerentes, eles teriam encontrado com Chael Sonnen – a quem inicialmente não reconheceram – em um dos corredores do hotel, quando se dirigiam ao seu quarto.

O casal alega que o ex-lutador aparentava estar intoxicado, utilizando uma camisa ensanguentada no pescoço e sem sapatos ou meias, além de estar fazendo sons incompreensíveis. Eles teriam tentado evitá-lo, mas “sem qualquer provocação ou comunicação”, Sonnen teria derrubado uma bebida das mãos de Christopher. O fato teria precedido um ataque por parte do ex-UFC, que teria atingido a suposta vítima com diversos socos na cabeça.

A situação fez com que Julie gritasse por socorro e que um outro hóspede surgisse para tentar ajudá-los. Mas Sonnen teria continuado com seus ataques a Christopher, chegando a colocá-lo em um estrangulamento, que teria feito com que ele “perdesse sua respiração por vários segundos”. Quando o hóspede conseguiu ajudar a libertar a vítima, o ex-lutador, então, teria voltado suas atenções para ele, o acertando com múltiplas cotoveladas.

Depois, de acordo com Christopher, Sonnen teria agredido sua esposa, a atingindo no rosto com golpes de mão aberta e a jogando contra uma parede, o, segundo o relato do processo, a deixou com gosto de sangue na boca. Os requerentes, então, relatam no processo que os seguranças do hotel chegaram para neutralizar a situação, mas também foram agredidos pelo ex-lutador do UFC.

De acordo com as vítimas, o processo foi aberto também para esclarecer a situação, já que, algumas semanas após o ocorrido em dezembro, rumores diziam que a situação teria ocorrido porque Chael estaria defendendo sua esposa, Brittany Sonnen, que teria sido supostamente insultada por um “hóspede bêbado”.

Porém, um boletim policial obtido pelo ‘LVRJ’ mostra que a companheira de Sonnen disse à polícia que estava dormindo durante toda a confusão com seu marido. O oficial da lei notou no documento que a mulher aparentava estar machucada e que a questionou sobre um possível caso de violência doméstica, mas Brittany teria negado e dito que seu esposo nunca havia encostado nela dessa forma.

Bastante conhecido por seu ‘trash talk’, Chael Sonnen se tornou um dos personagens mais marcantes do MMA na última década. O americano teve seu auge no UFC, além de ter tido passagens importantes pelo WEC e Bellator. Na organização presidida por Dana White, o agora comentarista chegou a disputar o cinturão dos médios (84 kg) e dos meio-pesados (93 kg), mas foi superado por Anderson Silva e Jon Jones, respectivamente, tendo frustrado seu sonho de se tornar campeão do Ultimate.

Mais em Notícias