Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Campeã do UFC critica Ronda Rousey por largar MMA: “É uma piada”

Antes de se tornar campeã do peso-galo (61 kg) do UFC, em dezembro, em Las Vegas (EUA), Julianna Peña se destacava por conta do ‘trash talk’. Após conquistar o título da categoria, a americana segue atacando suas rivais. Só que a profissional deixou Amanda Nunes de lado e foi para cima de Ronda Rousey, ex-lutadora de MMA e atual integrante da WWE.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Julianna criticou Ronda duramente por deixar o UFC para se aventurar na WWE. De acordo com a campeã do peso-galo, a lenda dos esportes de combate mostrou sinais de fraqueza ao migrar para uma modalidade diferente por estar em má fase no octógono. Para parte dos fãs e da imprensa especializada, a ex-judoca é a lutadora mais importante da história das artes marciais mistas e sua inclusão no ‘Hall da Fama’ do Ultimate é justa, mas ‘The Venezuelan Vixen’ discorda do status que a mesma possui.

“Ronda é uma notícia tão antiga, certo? Acho que o incrível sobre ela é que abriu a porta e estava destruindo pessoas em dez segundos. Ela se tornou uma estrela, porque estava demolindo pessoas no primeiro round e isso é ótimo, mas ela foi nocauteada duas vezes e nunca retornou. Então, quão legítima ela é? Ela teve que ir para o pro-wrestling. Eu entendo e acho ótimo. Mas, como lutadora e alguém que é competitiva, sei que, no fundo, isso provavelmente a incomoda muito, o fato de que saiu com duas derrotas por nocaute e nunca limpou seu nome. Se isso realmente a incomoda, saber que seu legado foi meio arruinado pelo fato de que nunca voltou e se recuperou, gostaria de convidá-la a voltar”, declarou a campeã do UFC.

E não parou por aí. Após afirmar que o legado de Ronda no MMA foi manchado por conta dos nocautes sofridos contra Holly Holm e Amanda Nunes, em sequência, e por ter assinado um contrato com a WWE, Julianna foi além e ressaltou que a lenda dos esportes de combate perdeu a credibilidade na modalidade que dominou. Dessa forma, a campeã do UFC se colocou à disposição para dar a ‘Rowdy’ uma chance de recuperar sua imagem no octógono e expressou o interesse em enfrentá-la.

Essa não foi a primeira vez que ‘The Venezuelan Vixen’ provocou a ex-judoca e a desafiou para uma luta. E a discórdia entre as atletas, mais por parte da campeã do UFC, se iniciou em 2013, na 18ª edição do reality show ‘The Ultimate Fighter’. No programa que apresentou Ronda e Miesha Tate como treinadoras, Julianna, que era uma promessa do MMA, integrou o time de ‘Cupcake’ e, desde então, se distanciou de ‘Rowdy’.

“Se ela quiser voltar, eu a receberia de braços abertos. Ela é meio que uma piada no mundo do MMA agora. O pro-wrestling é falso. Você recebe milhões de dólares, eu entendo. Mas para mim tipo, ‘você é de verdade’, diria que isso é no UFC. E se ela quiser alguma daquela fumaça de verdade, estou pronta”, concluiu.

Mais em Notícias