Siga-nos
Diego Ribas/PXImages

Notícias

Blaydes se mostra conformado com ‘furada de fila’ de Jon Jones: “Ele mereceu”

Neste sábado (20), acontece um duelo entre dois top 5 da categoria do peso-pesado do Ultimate. Curtis Blaydes e Derrick Lewis vão fazer a luta principal do UFC Las Vegas 19 e o vencedor pode ficar em uma posição privilegiada na corrida por uma disputa de cinturão. No entanto, há um entrave importante para o vencedor deste confronto que ainda sonha com o combate pelo título: a estreia de Jon Jones na categoria.

Em recente conversa com os jornalistas, Dana White adiantou que Jones vai debutar na divisão contra o vencedor de Stipe Miocic e Francis Ngannou, que duelam pelo título no dia 27 de março, no UFC 260. Ciente disso, Blaydes, em media day virtual que aconteceu na última quinta-feira, admitiu não se incomodar com a ‘furada de fila’ do compatriota.

“Eu sei que Jon (Jones) é o próximo. Mas em uma escala de um a dez (de como estou chateado com isso), estou tipo três. São negócios. Jon Jones chama a atenção, é um grande nome. Ele mereceu porque eles fizeram isso por (Israel Adesanya), também. ‘Izzy’ está vindo para lutar com Blachowicz. Então eu entendo. É legal”, afirmou.

Apesar de ter consciência que sua chance pelo título pode demorar por causa de Jon Jones, Blaydes se mostrou confiante que vai manter seu bom momento até receber a oportunidade. E quando ela chegar, o americano citou os prováveis adversários e aprovou todos os cenários possíveis para escrever seu nome na história da franquia.

“Se eu vencer Ngannou (se ele for o campeão quando eu tiver minha chance), eu me vingarei (tem duas derrotas no confronto diante do camaronês). Se eu vencer o Stipe, vencerei o ‘GOAT’ (maior de todos os tempos) no peso-pesado. Se eu vencer Jon Jones, venci um ‘GOAT’ do MMA”, explicou o número dois do ranking da categoria.

No MMA profissional desde 2014, Curtis Blaydes soma 14 vitórias, duas derrotas e um ‘no contest’ (luta sem resultado). Seus únicos resultados negativos na carreira vieram pelas mãos de Francis Ngannou, número um do ranking e próximo desafiante ao título dos pesados, em duelo contra o campeão Stipe Miocic, marcado para o  UFC 260.

Mais em Notícias