Siga-nos

Notícias

Beneil Dariush elege Charles ‘Do Bronx’ como possível rival no UFC

Beneil Dariush está em alta no UFC e deseja dar continuidade ao momento especial na carreira entrando em ação novamente. Em outubro, em Abu Dhabi (EAU), o atleta venceu a oitava luta seguida ao superar Mateusz Gamrot por decisão unânime e passou a integrar o top-5 do peso-leve (70 kg). No quarto lugar na tabela de classificação, o lutador está perto de disputar o cinturão da categoria, mas ignora o valioso objeto e expressa o interesse em encarar grandes nomes do MMA, incluindo um ex-campeão brasileiro.

Sem titubear, Dariush cita Charles Oliveira como um de seus alvos para a sequência. Curiosamente, o brasileiro também integrou o UFC 280, mas, ao contrário de Beneil, foi finalizado por Islam Makhachev e viu o russo se tornar campeão da categoria. Disposto a voltar a atuar o quanto antes para provar seu valor no esporte, o representante da ‘Kings MMA’ já se colocou à disposição para lutar em fevereiro, na Austrália, e novamente tratou ‘Do Bronx’ como potencial oponente. Vale lembrar que o duelo entre os atletas poderia ter acontecido em 2020, mas o paulista saiu de cena, alegando razões pessoais. Sem esquecer do ocorrido, Dariush não desiste de medir forças com o profissional.

“Acho que, agora, minhas opções são o vencedor de Poirier vs Chandler, Charles ou Fiziev. Essas são as três opções. Essas são grandes lutas, então vamos descobrir isso e seguir em frente. Não quero ficar de fora por mais oito, nove meses, um ano e meio. Eu amo lutar. Só quero lutar. O cinturão não me faz sentir especial. Sei quem sou, sei o que valho e sei o que Deus me colocou nesta terra para fazer. O cinturão é legal, eu adoraria pegá-lo, mas, idealmente, só quero ter certeza de não desperdiçar meus talentos, então quero voltar a lutar o mais rápido possível”, declarou o top-5 do peso-leve do UFC, em entrevista ao programa ‘Morning Kombat’.

Beneil Dariush, de 33 anos, vive seu melhor momento na carreira. O atleta venceu oito lutas seguidas no UFC e conquistou quatro bônus nessas participações. Atualmente, o lutador ocupa o quarto lugar no ranking do peso-leve da organização e possui triunfos expressivos sobre Carlos Diego Ferreira (duas vezes), Drew Dober, Jim Miller, Mateusz Gamrot, Michael Johnson, Rashid Magomedov, Thiago Moisés e Tony Ferguson.

Mais em Notícias