Siga-nos
Diego Ribas/PXImages

Notícias

Anthony Pettis celebra acerto com PFL e destaca motivação para ser campeão da liga

Após engatar novamente uma sequência de vitórias no UFC, Anthony Pettis surpreendeu o mundo ao anunciar sua saída da organização ao fim do seu contrato. Entretanto, o ex-campeão do peso-leve (70 kg) do Ultimate não ficou muito tempo sem emprego. Na última terça-feira (23), o lutador foi anunciado como nova estrela do PFL.

Logo depois de assinar contrato com a nova organização, o ‘Showtime’ não escondeu a motivação de dar um novo rumo para a sua carreira. Em entrevista ao site ‘scmp.com’, o lutador destacou que o formato diferente que o PFL tem em seus eventos, promovendo um GP durante o ano para definir um campeão, que ainda leva para a casa a quantia de um milhão de dólares (cerca de R$ 5,2 milhões), foi inclusive mais um atrativo para ele assinar com a franquia.

“Honestamente, eu sabia o que estava procurando. Meu objetivo agora, nesta fase da minha carreira, é ser campeão. Ainda sou jovem neste jogo, voltei motivado e com muita vontade de ser campeão e o negócio que o PFL me ofereceu foi muito justo. E a oportunidade de ser campeão em 12 meses, era exatamente o que eu procurava. Se eu fosse para outra organização, teria que lutar para subir no ranking. Não estou dizendo que não poderia ser feito, mas adoro o formato que eles fazem”, disse.

A chegada de Pettis é a segunda grande contratação de peso do PFL neste ano. Antes do americano, a organização já tinha acertado com Fabricio Werdum, ex-campeão dos pesados do UFC para integrar seu elenco. Dessa maneira, o ex-UFC se colocou pronto para ser o grande nome da organização e ajudá-la em seu crescimento.

“Assinar um novo contrato, pensando no futuro sem animosidade ou arrependimento pelo passado, mas um novo começo em uma nova organização. Eu vou ser meio a cara do PFL, gosto de pensar que sou um dos maiores nomes do PFL. Eu consigo carregar essa bandeira. Terminei no WEC com o ‘showtime kick’, pulei no UFC, carreguei aquela bandeira do WEC, agora o PFL está meio que contando comigo para fazer isso ficar maior do que já é”, completou.

Anthony Pettis viveu seu grande momento na carreira em 2013, quando derrotou Ben Henderson e conquistou o cinturão dos leves do UFC. Após esse compromisso, o lutador ainda defendeu uma vez sua coroa, ao bateu Gilbert Melendez, mas perdeu o título para Rafael Dos Anjos, em 2015.

Após viver um momento de instabilidade na carreira com esse revés para o brasileiro, o “Showtime’ voltou a somar duas vitórias seguidas na carreira. Em 2020, o americano superou Donald Cerrone e Alex Morono, ambos os triunfos por decisão dos jurados. No MMA profissional desde 2007, o americano possui 24 resultados positivos, sendo 11 por nocaute, e dez reveses.

Além de Anthony Pettis e Fabricio Werdum, o PFL já tinha fechado as contratações de Rory MacDonald e Cezar ‘Mutante’, também dois ex-integrantes do UFC que ainda não tiveram a oportunidade de estrear. Devido à pandemia de coronavírus, a liga não realizou nenhum evento neste ano, mas já prometeu retorno para abril de 2021.

Mais em Notícias