Siga-nos

Entrevistas

Amanda Lemos se oferece para ser reserva de Esparza vs Zhang e pede ‘title shot’

A vitória sobre Marina Rodriguez, lutadora do top 3 da divisão peso-palha (52 kg) do Ultimate, deve aproximar Amanda Lemos – sétima colocada no ranking – ainda mais do topo da categoria e, até mesmo, permite que a brasileira sonhe com um ‘title shot’ já em seu próximo compromisso. Ciente da importância de seu triunfo na luta principal do UFC Vegas 64, no último sábado (5), a paraense já inicia sua campanha por uma oportunidade de disputar o cinturão até 52 kg da companhia.

Ainda dentro do octógono, na entrevista pós-luta conduzida por Daniel Cormier, Amanda se colocou à disposição para servir de suplente na disputa de título entre a atual campeã Carla Esparza e a desafiante Zhang Weili, marcada para o próximo sábado, dia 12 de novembro, pelo card do UFC 281, em Nova York (EUA). Apesar de improvável, devido ao curto período de descanso, a paraense reiterou sua oferta para a reportagem da Ag Fight, em entrevista exclusiva após o evento (clique aqui).

“Com certeza (sou a próxima da fila). Eu dei um nocaute muito importante, e estou aqui esperando o Dana me chamar para ficar de reserva na luta pelo cinturão sábado (dia 12). Eu estou pronta, estou inteira, é só me chamar”, afirmou Lemos, que aposta em uma vitória de Zhang sobre Esparza na disputa de título no UFC 281.

Caso o convite para ser reserva da disputa de cinturão do UFC 281 não venha, a brasileira torce para que seu retrospecto positivo desde que migrou para o peso-palha – com sete vitórias e apenas uma derrota – e sua postura agressiva dentro do octógono façam a diferença na hora da entidade escolher a próxima desafiante ao título.

“(Eu mereço ser a próxima a disputar o título) pelo diferencial que eu faço dentro do octógono. Eu dificilmente deixo nas mãos dos juízes, sempre finalizo ou nocauteio. Acredito que isso conta muito. E é o que eu vou continuar fazendo, sempre bater duro e finalizar a luta”, prometeu.

Ex-campeã peso-galo (61 kg) do ‘Jungle Fight’, Amanda Lemos estreou pelo UFC em 2017, ainda competindo na divisão até 61 kg. Depois de cumprir suspensão por doping, a paraense retornou à ação já na categoria dos palhas e, desde então, venceu sete de seus oito compromissos, cinco deles pela via rápida, sendo derrotada apenas pela ex-campeã Jéssica ‘Bate-Estaca’.

Mais em Entrevistas