Siga-nos

Vídeos

À espera do 11º filho, Alex ‘Cowboy’ exalta mudança de vida proporcionada pelo UFC

‘Cowboy’ e Alex Davis, empresário responsável por negociar suas lutas no UFC -Diego Ribas

Fazer parte do plantel de atletas do UFC é o principal objetivo da maioria dos lutadores de MMA, seja pelo aspecto competitivo do esporte, já que a organização abriga os melhores do mundo, ou pela questão financeira também. Os valores pagos pela entidade podem mudar a vida de muitos, como foi o caso de Alex ‘Cowboy’. De origem humilde, o meio-médio (77 kg) – que encara Max Griffin neste sábado (7), pelo UFC 248 – conseguiu, através da remuneração oferecida pela liga em seus quase cinco anos de combates pelos octógonos, conquistar um sonho pessoal, além de melhorar a qualidade de vida de sua família, que está prestes a aumentar.

Em conversa exclusiva com a reportagem da Ag. Fight durante o media day do UFC 248, o brasileiro, que já tem nove filhos, revelou que sua esposa está grávida de gêmeos e no terceiro mês de gestação. Além de sustentar a família que não para de crescer, ‘Cowboy’, como o próprio apelido entrega, tinha o sonho de comprar uma fazenda, onde poderia criar seus animais, e conquistou este objetivo com a remuneração financeira recebida em sua trajetória no Ultimate. Com os novos herdeiros chegando em breve e algumas prestações de sua propriedade ainda em aberto, uma vitória do meio-médio – que vem de três derrotas consecutivas – diante de Max Griffin se torna primordial para sua permanência no evento e manutenção de suas contas em dia.

“Deu (para mudar de vida). Antigamente eu trabalhava, treinava e lutava. Fazia as três coisas. Hoje em dia é só treino (e luta). Tenho minha fazenda, graças a Deus. (…) Era o meu sonho, ter um lugarzinho meu, com meus bichos para criar. Minha família também está bem, meus filhos estão bem. Só tenho que agradecer a Deus. Depois que eu entrei no UFC, maior evento do mundo, onde muitas pessoas queriam estar aqui e não tiveram a oportunidade. Agradecer ao meu empresário Alex (Davis), meu mestre André Tadeu, que acreditou na minha capacidade e me fez o cara que eu sou hoje. Porque quando ele pegou a pedra, ela era bruta, e ele lapidou a pedra e fez o lutador que eu sou”, ressaltou Alex ‘Cowboy’, antes de comentar sobre o número de filhos atual e revelar a chegada de mais dois em breve.

“Isso é segredo, mas eu vou contar (risos). Tenho nove filhos e minha esposa está grávida de gêmeos. Ela está com três meses. Vai ser o décimo e o décimo primeiro”, contou sorridente o meio-médio do UFC.

Bastante ativo desde sua estreia no Ultimate, Alex ‘Cowboy’ soma nove triunfos, seis derrotas e um ‘no contest’ (luta sem resultado) em sua trajetória pela entidade. Após um começo promissor na organização, o brasileiro acabou sofrendo quatro reveses em suas últimas seis aparições no octógono, o que torna o confronto diante de Max Griffin neste sábado, no UFC 248, em Las Vegas (EUA), de extrema importância para a continuidade de sua carreira na liga.

Mais em Vídeos