Siga-nos
Leandro Bernardes / PxImages

MMA

Hall da Fama do UFC indica que deve se candidatar a governador do Havaí

Depois de Tito Ortiz, que recentemente teve uma experiência frustrada na Câmara Municipal de Huntington Beach, parece que chegou a vez de outro ex-campeão do UFC se aventurar no mundo da política. Através de sua conta oficial no ‘Instagram’ (veja abaixo ou clique aqui), o havaiano BJ Penn indicou que deve lançar sua candidatura para governador na próxima eleição de seu estado natal, que tem data prevista para novembro do ano que vem.

Na publicação, além de um vídeo editado de uma cena do filme ‘300’, lançado em 2006, BJ Penn compartilhou um extenso texto na legenda, onde se posiciona de forma contrária às restrições e medidas tomadas pelo governo federal norte-americano em combate à pandemia de COVID-19, como o uso de máscaras pela população e a apresentação do passaporte sanitário, que comprove a vacinação do indivíduo que queira entrar em determinados recintos ou participar de certas atividades.

O veterano ainda culpou as ações do governo pela crise na economia local e prometeu interromper o que ele considera como cerceamento da liberdade individual, como forma de cumprir, em sua visão, o que diz a Constituição federal norte-americana. Apesar disso, o ex-campeão do UFC prometeu que seguirá dando atenção à questão de saúde pública, através da melhoria no atendimento médico.

“Eu cometi muitos erros na minha vida, mas eu nunca correria de uma luta ou venderia meu povo. Assim que eu entrar no gabinete de Governador do Havaí, eu vou remover todos os novos mandatos federais e estaduais que têm prejudicado nossa economia, nossos residentes e nossa ohana (família/comunidade). Nós vamos pegar os melhores médicos, remédios, terapias e assistência médica que o mundo tem para oferecer para lutar contra essa pandemia e sempre manter o Havaí entre os estados mais seguros e saudáveis da união”, prometeu Penn, antes de completar.

“Nós vamos nos livrar de todos os passaportes da vacina. O Havaí vai ser uma política de vacinados com Aloha (amor) e não vacinados com Aloha para todo mundo. O mesmo vale para as máscaras. Nós vamos seguir a Constituição rigorosamente. Eu não estou aqui para me enturmar com outros políticos, eu estou aqui para trazer nossa liberdade de volta”, finalizou.

Ex-campeão peso-leve (70 kg) e peso-meio-médio (77 kg) do UFC, BJ Penn foi o segundo atleta na história a conquistar dois títulos em duas categorias diferentes pela entidade. Apesar da carreira vitoriosa, que garantiu a ele uma vaga no Hall da Fama do Ultimate, o veterano ganhou destaque de forma negativa nos últimos anos.

Além das seguidas derrotas, o havaiano se envolveu em vários episódios polêmicos fora dos octógonos – com direito a brigas de rua, prisões por dirigir sob influência, medida protetiva solicitada por sua ex-namorada, entre outros -, culminando em sua demissão do principal evento de MMA do mundo, em setembro de 2019.

 

View this post on Instagram

 

Uma publicação compartilhada por BJ Penn (@bjpenn)

Mais em MMA