Siga-nos
Divulgação

Jiu-jitsu

‘BJJ Stars’ lança reality show para revelar novas estrelas do jiu-jitsu

Uma grande novidade promete movimentar o cenário do jiu-jitsu no Brasil em 2021. Idealizado pelo BJJ Stars, entidade que promove eventos de lutas casadas, o reality show ‘The New Star’, como o próprio nome já diz, promete revelar novas estrelas para competir nos shows da organização.

No total, 16 faixas-pretas – oito homens e oito mulheres – participarão da temporada inicial do programa. Os atletas ficarão confinados em uma casa por 30 dias e serão separados em duas equipes, sendo colocados frente a frente em lutas eliminatórias. Os confrontos serão casados pelo próprio público, que poderá acompanhar um resumo do reality através do canal do ‘BJJ Stars’ no ‘Youtube’, em episódios que irão ao ar às segundas e quintas, a partir do dia 8 de abril.

“Vamos dividir a casa em dois times de oito atletas, sendo quatro homens e quatro mulheres para cada lado. O ‘paredão’ serão lutas casadas pelo público. Quem vencer segue na competição e quem perder é eliminado. O eliminado sai da disputa, mas continua na casa para ajudar nos treinamentos dos companheiros de equipe e, caso algum deles se lesione, pode receber uma nova chance. Cada equipe terá um treinador diferente a cada semana”, explicou o idealizador do BJJ Stars Fepa Lopes, em comunicado enviado à imprensa pela assessoria do evento.

De acordo com a regra do programa, a utilização ou não do quimono para os combates eliminatórios da competição ficará a cargo do treinador que vencer as provas lúdicas promovidas dentro da casa na semana. Ao final do reality show, que tem seu encerramento previsto para o dia 6 de maio, os dois finalistas de cada gênero disputarão o título em um card do BJJ Stars, que também prevê o enfrentamento dos oito treinadores que participarem do ‘The New Star’.

“Vamos mostrar o dia a dia, a rotina de treinamento dos participantes, os sacrifícios pelos quais os atletas têm que se submeter para realizarem seus sonhos, além de, claro, as rivalidades que porventura venham a acontecer na casa. Além de treinos e lutas, também vamos promover algumas festas pontuais para que eles possam se distrair. Em breve vamos divulgar os nomes dos participantes. Posso adiantar que são lutadores de ponta mas que ainda não foram campeões mundiais”, finalizou Fepa Lopes.

Mais em Jiu-jitsu