Siga-nos
Reprodução/Twitter

Eventos internacionais

Gleison ‘Tibau’ admite surpresa por vencer Rory MacDonald no PFL 5

Realizado na última quinta-feira (17), em New Jersey (EUA), o evento de número cinco do PFL na temporada 2021 apresentou um resultado controverso. Na principal luta da atração, Gleison ‘Tibau’, considerado azarão pelas casas de apostas, surpreendeu Rory MacDonald e venceu por decisão dividida nos meio-médios (77 kg). Após o anúncio do placar, parte da comunidade do MMA se revoltou e, curiosamente, até o brasileiro se mostrou surpreso.

Na coletiva de imprensa pós-PFL 5, Gleison celebrou o polêmico triunfo, um dos mais importantes de sua extensa carreira no MMA, e enalteceu a qualidade de MacDonald. Vale lembrar que, ao longo dos anos, ‘Tibau’ disputou lutas no peso-leve (70 kg), uma categoria abaixo da atual e, mesmo assim, conseguiu fazer frente a um dos nomes de maior gabarito dos meio-médios.

Após o anúncio do resultado, MacDonald se revoltou. Insatisfeito, o canadense afirmou que foi roubado pelos juízes laterais e pediu para o PFL investigar tal decisão. De acordo com a pontuação de sites especializados, o ex-campeão dos meio-médios do Bellator foi soberano no combate. Vencedor da peleja, ‘Tibau’ evitou discutir com seu colega de profissão e confessou que não esperava sair com as mãos levantadas.

“Rory é uma lenda, é durão, um lutador completo. Ele tem bom wrestling, boa trocação e luta agarrada. Não é uma luta fácil. Estou muito feliz, porque não lutei por muito tempo. Minha primeira luta aqui no PFL foi Zeferino. Um cara durão, brasileiro também. Fazia muito tempo que eu não competia. Perdi tempo. Hoje, estou mais confortável no cage. Fiquei nervoso. A luta foi dura. Todo lutador que eu conheço, quando uma luta dura vai para a decisão, fica nervoso. Não sei. Foi uma grande surpresa!”, declarou o veterano ex-UFC.

Gleison ‘Tibau’, de 37 anos, é um veterano de sucesso no MMA. O brasileiro se destacou no esporte por sua passagem pelo peso-leve (70 kg) do UFC, organização na qual disputou 28 lutas no período de 2006 até 2018. Os triunfos de maior destaque do membro da ‘American Top Team’ na modalidade foram diante de Francisco ‘Massaranduba’, Jeremy Stephens, Rafael dos Anjos e Rory MacDonald.

Mais em Eventos internacionais