Siga-nos
exclusivo!
Erik Engelhart

Entrevistas

‘Wand’ completa 20 anos do título de Pride e aponta data como seu ‘nascimento’

A história de Wanderlei Silva se mistura com as das artes marciais mistas. O brasileiro é um dos maiores nomes da modalidade e marcou época no extinto evento asiático Pride. E justamente nesta quarta-feira (3), completa 20 anos do primeiro grande momento do lutador na companhia asiática. Nesta data, o ‘Cachorro Louco’ nocauteou o ídolo local, Kazushi Sakuraba, conquistando o cinturão da categoria do peso-médio e dando o pontapé inicial para se tornar um ídolo mundial.

Por isso, a reportagem da Ag. Fight entrou em contato com ‘Wand’ para ele relembrar este episódio marcante na sua trajetória no MMA. Em um bate-papo exclusivo, o brasileiro entrou no túnel do tempo e apontou essa luta como o dia do seu ‘nascimento’ no esporte. A justificativa do atleta para esta afirmação foi pela importância do seu adversário para a companhia em que ambos atuavam e o que o resultado positivo mudou na sua vida em relação a visibilidade, além de retorno financeiro.

“Foi um dia marcante, o dia que o Wanderlei Silva nasceu. Porque até aí eu era uma promessa, mas quando ganhei dele, minha vida mudou. No dia seguite já estava na capa de mais de dez jornais no Japão, indo para canais de TV, comecei a ganhar muito mais, minha bolsa subiu muito, me tornei muito popular. Depois que ganhei dele, fiquei invicto um monte de lutas, contras atletas de todos os pesos, de todas as especialidades. Nunca escolhi luta. Essa luta em especial”, relembrou o também ex-atleta do Ultimate.

O combate diante de Sakuraba não durou muito, quando ainda no primeiro round, os árbitros interromperam a luta em decorrência de ferimentos no japonês por ataques de Wanderlei. Por ter derrotado um ídolo local, Wanderlei poderia encontrar uma resistência dos japoneses, mas pelo contrário. Deste data em diante o povo asiático ‘adotou’ o lutador e deu início a uma história de carinho que dura até os dias atuais.

“Eu estava muito bem preparado, tinha treinado muito. Na luta eu lembro que começamos trocando, encaixei os golpes e acho que ela durou um minuto e meio. Quando acabou, ele estava machucado e quando eu estou comemorando, o público no ginásio não estava entendendo, ninguém falava nada, um silêncio. Mas os japoneses são muito respeitosos, me adotaram, viram que tinha um espírito do samurai, por isso fizemos tão sucesso por lá”, explicou o lutador.

No MMA profissional desde 1996, Wanderlei Silva tem um currículo de 34 vitórias, 15 derrotas e um empate em sua carreira na modalidade. Além do triunfo sobre o japonês, o brasileiro teve outros momentos icônicos no Pride, quando derrotou o americano ‘Rampage’ Jackson, em duelos realizados em 2003 e 2004.

Mais em Entrevistas