Siga-nos

Entrevistas

Sean O’Malley defende rival desconhecido, mas alerta: “Pode ser o fim de sua carreira”

Escalado originalmente para enfrentar Louis Smolka no UFC 264, que acontece no próximo sábado (10), em Las Vegas (EUA), Sean O’Malley viu seu adversário ser trocado de última hora pelo novato Kris Moutinho. A decisão de escolher um lutador desconhecido do grande público, que fará sua estreia no Ultimate, como novo oponente do talentoso peso-galo (61 kg) gerou uma onda de críticas por parte dos fãs e da mídia especializada. Reação considerada exagerada por ‘Sugar’.

Durante o media day do UFC 264 (veja acima ou clique aqui), realizado na quarta-feira (7), O’Malley – à sua maneira – saiu em defesa de Moutinho e exaltou sua coragem ao aceitar o combate restando poucos dias para sua realização e sem qualquer tipo de preparação. A jovem promessa, entretanto, tratou de fazer um alerta ao novo rival.

Ainda que a situação pareça favorável a Moutinho, independentemente do resultado final da luta, tendo em vista que, mesmo com uma derrota no sábado, o americano de ascendência portuguesa já garantiu seu contrato com o UFC, O’Malley ponderou que a forma como costuma vencer seus adversários pode causar um dano psicológico irreparável à carreira do estreante.

“Muitas pessoas pensam que essa é uma (situação) onde eu só tenho a perder. Eu ganho muito dinheiro para ir lá e nocautear o cara. Esse cara é duro. Eu assisti uma de suas lutas nessa manhã e ele não é um sem talento, ele não é um ninguém. Bem, ele é meio que um ninguém porque ninguém realmente o conhece. Mas, para ser justo, não tem muitas pessoas que saibem quem (Ricky) Simon é, de verdade. (…) Então, ele vem, choca o mundo, é uma grande luta para ele. Parabéns para ele por dar um passo a frente e aceitar (a luta)”, destacou ‘Sugar’, citando o americano Ricky Simon, que inicialmente seria o favorito para substituir Louis Smolka, mas não chegou a um acordo para enfrentá-lo.

“Talvez ele entre lá pensando que é uma (situação) onde ele só tem a ganhar. Ele vai lá e perde, ele está no UFC. Mas eu não só nocauteio as pessoas. Eu mudo a carreira das pessoas. Mentalmente, a forma como eu nocauteio as pessoas, eles pisam no cage diferentes na próxima vez que entram lá. Então, esse pode ser o começo de sua carreira ou pode ser o final da sua carreira. Vamos ver”, finalizou.

Tido como uma das grandes promessas da divisão dos galos, Sean O’Malley chama atenção tanto pelo talento demonstrado dentro do octógono, como por sua desenvoltura ao se promover fora dele. Ao todo em sua carreira, o jovem, de 26 anos, venceu 13 de suas 14 lutas disputadas, nove delas por nocaute. Sua única derrota na carreira veio pelas mãos do equatoriano Marlon ‘Chito’ Vera, em agosto do ano passado.

Por sua vez, Kris Moutinho possui um cartel mais modesto, com nove triunfos e quatro reveses até o momento. O lutador, de 28 anos, construiu sua carreira no circuito regional de eventos norte-americano, e fará no sábado sua estreia em uma grande organização de MMA.

Mais em Entrevistas