Siga-nos
Divulgação/PFL

Entrevistas

Raush revela preferência por rival no PFL: “Vou terminar o ano milionário”

Raush Manfio ganhou confiança extra para a fase final do GP do peso-leve (70 kg) do PFL. O brasileiro avisou que venceria Anthony Pettis na edição de número seis da organização, realizada na última sexta-feira (25), em New Jersey (EUA), e superou o ex-campeão do UFC por decisão dividida. Após conquistar a maior vitória de sua carreira, o atleta se classificou para a semifinal do torneio e analisou suas chances na competição.

Como terminou a fase de classificação em terceiro lugar, Raush vai enfrentar Clay Collard, segundo colocado na tabela. A curiosidade é que, assim como o brasileiro, o atual oponente também passou por Pettis na abertura do GP. Apesar da empolgação quanto a sua trajetória no PFL, o atleta revelou em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight que, se pudesse escolher, seu adversário não seria o americano e sim Loik Radzhabov.

O representante do Tajiquistão avançou para a semifinal do GP do peso-leve do PFL em primeiro lugar, com seis pontos. No entanto, o atleta só conseguiu a vaga, porque nocauteou Akhmed Aliev no primeiro round, uma vez que foi derrotado por Alexander Martinez na luta anterior. Collard e Raush conquistaram os mesmos seis pontos de Radzhabov no torneio, mas ficaram atrás, porque venceram seus dois combates na decisão dos juízes.

“A luta menos dura é o Loik. Ele teve uma performance surpreendente na última luta, ganhou muito rápido, mas na primeira luta teve uma performance aquém. Acho que ele ganhou, mas deram para o Martinez. Mas se ele lutasse assim comigo, estaria lascado. Se eu pudesse escolher, gostaria de lutar com ele”, sentenciou Raush, antes de completar.

“É uma luta boa, apesar de ter sido devastador na última. Ele tem um primeiro round muito forte. O Collard mostrou contra o Pettis que é completo, bom de boxe. Seria uma luta mais longa. Contra o Loik, seria bomba de lá, de cá e alguém vai cair. Ele pega duro, eu pego duro também, mas ele tem mais falhas para explorar do que o Collard”, explicou.

Quando o GP do peso-leve e os candidatos foram anunciados pelo PFL, parte da imprensa especializada indicou Pettis, ex-campeão do UFC, Nathan Schulte, vencedor dos últimos dois torneios da companhia, Marcin Held e Olivier Aubin-Mercier, ambos ex-UFC, como favoritos para avançar de fase, mas os quatro atletas ficaram pelo caminho. Agora, há um equilíbrio entre Collard, Martinez, Radzhabov e Raush, mas o brasileiro está animado com o triunfo diante de ‘Showtime’ e confiante de que vai levar a melhor sobre a competição.

“100% vou terminar o ano milionário. Pode anotar, já pode arcar a entrevista. Esse ano é meu. Ninguém me segura. Pode apostar. Quer ganhar dinheiro? Bota o dinheiro em mim. Estou muito feliz e confiante. No final do ano, vamos arcar essa entrevista de novo, aí pode começar me chamando de Raush, o milionário. Passei por momentos difíceis, mas com uma boa mentalidade e estou preparado”, concluiu.

Raush Manfio, de 29 anos, estreou no PFL na temporada 2021 e venceu as duas lutas que fez pela organização. Em sua estreia, o brasileiro passou por Joilton ‘Peregrino’ e na segunda aparição conquistou o maior triunfo de sua carreira ao superar Anthony Pettis. No MMA desde 2011, ‘Cavalo De Guerra’ disputou 16 combates, venceu 13, sendo sete por nocaute, e perdeu três vezes.

Mais em Entrevistas