Siga-nos
exclusivo!
Diego Ribas

Entrevistas

Michel Pereira destaca repercussão da vitória e admite surpresa com elogios de Usman

Pressionado por vir de duas derrotas consecutivas e pelo fato de estar no último compromisso previsto em seu contrato, Michel Pereira subiu no octógono do UFC Las Vegas 9, realizado no sábado (5) passado, e não deixou margem para dúvidas sobre o seu futuro na organização. Com um desempenho destacado, o meio-médio (77 kg) superou Zelim Imadaev por finalização e provou que consegue agregar eficiência ao seu estilo performático de lutar.

Prova disso é que a boa apresentação do brasileiro o fez ampliar sua rede de fãs ao redor mundo, ao mesmo tempo em que chamou a atenção do atual campeão de sua categoria, Kamaru Usman. Ao analisar o UFC Las Vegas 9, como comentarista, pela ‘ESPN’ americana, o nigeriano rasgou elogios ao desempenho do paraense, a quem classificou como um lutador completo.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, Michel revelou que se surpreendeu com as palavras do campeão, mas retribuiu a cortesia ao elogiar a análise sobre seu jogo feita por Usman. Ainda assim, o lutador se mostrou ainda mais satisfeito com a resposta vinda do público ao seu desempenho no último sábado. De acordo com ele, o sucesso de sua empreitada pôde ser mensurado através do aumento significativo no número de seguidores em sua conta oficial no ‘Instagram’.

“A luta repercutiu muito. Consegui dar um grande show e os fãs do mundo todo gostaram bastante. Isso está sendo muito gratificante porque eu luto pelos fãs. Eu ganhei entre 70 e 75 mil seguidores (depois dessa luta). O que prova que os fãs gostaram muito da minha apresentação. Eu luto por eles, resultado é consequência do meu trabalho, de como a luta vai se desenrolar. Vitórias e derrotas são consequências do combate que você faz. Eu gosto de fazer com que as pessoas se sintam bem assistindo as minhas lutas”, ressaltou Michel, antes de comentar sobre os elogios recebidos do campeão de sua categoria.

“Eu fiquei impressionado com as palavras do Kamaru Usman. Ele fez uma ótima análise e eu assino embaixo de tudo que ele falou. É isso mesmo. Sou um cara completo, um cara que sempre quer dar show. Ele viu alguns detalhes do meu jogo… Fiquei muito surpreso com os elogios dele”, comentou.

Se como comentarista Kamaru recebeu de volta alguns dos elogios feitos ao brasileiro, como lutador, o estilo mais pragmático do nigeriano não agrada tanto a Michel. O paraense, que já admitiu ter o desejo de enfrentar Jorge Masvidal no futuro, justamente por entender que ambos fariam um grande espetáculo dentro do octógono – sua principal preocupação -, confessou que seu interesse em um possível duelo contra Usman seria estritamente pela oportunidade de conquistar o cinturão do UFC, seu grande sonho.

“Eu quero, sim, ser campeão do UFC, esse é o meu sonho. Mas eu quero muito lutar com o Masvidal pela luta que a gente faria, pelo show que a gente daria. Então, é o meu sonho contra um objetivo que eu tenho, que é dar show e lutar com os melhores. Não tenho tanta vontade de lutar com o Usman, não por ele ser bom ou ruim, mas porque eu acho que a luta não venderia. Agora se for para lutar pelo cinturão seria bom porque eu teria a oportunidade de ser o campeão do mundo e esse é o meu sonho”, concluiu.

No MMA profissional desde 2011, Michel Pereira soma 24 vitórias, 11 derrotas e dois ‘no contests’ (luta sem resultado) em sua carreira. Pelo UFC, o meio-médio possui dois triunfos, um nocaute sobre Danny Roberts em sua estreia e o passeio concluído em finalização contra Zelim Imadaev no último sábado, além de dois reveses, o primeiro diante do canadense Tristan Conelly e o mais recente diante do veterano Diego Sanchez, por desqualificação após aplicar um golpe ilegal.

Mais em Entrevistas