Siga-nos

Entrevistas

José Aldo explica motivo para cogitar aposentadoria: “Fui campeão muito novo”

Aos 35 anos, José Aldo permanece em destaque no UFC e lutando em alto nível. Neste sábado (4), na edição ‘Vegas 44’, o ex-campeão do peso-pena(66 kg) da companhia terá mais uma chance de provar que não deve ser desacreditado por parte dos fãs, quando enfrenta Rob Font, em duelo que pode definir o próximo desafiante ao título do peso-galo (61 kg). Porém, nem sempre o veterano se mostrou confiante quanto ao seu futuro no MMA.

Pelo contrário, mesmo sendo uma lenda do esporte, Aldo, assim como qualquer atleta, chegou a questionar seu valor em determinado momento da carreira. Inclusive, o próprio ex-campeão do UFC confessou que cogitou se aposentar do MMA, no período entre 2019 e 2020. No ‘media day’ do evento, realizado na última quarta-feira (1º) e que contou com a presença da reportagem da Ag. Fight (veja acima ou clique aqui), o ‘Rei do Rio’ explicou que as três derrotas seguidas e o fato de conquistar o cinturão na juventude, quase o tiraram de cena.

Mas, para alívio de seus fãs e dos amantes do MMA, o brasileiro seguiu em atividade e deu a volta por cima no UFC. Tanto que o veterano venceu dois combates seguidos contra bons adversários, voltou a figurar no topo do peso-galo e se aproximou de disputar o título da categoria pela segunda vez. Renovado, hoje, Aldo deixa claro que não pensa na aposentadoria e sim na possibilidade de ser campeão da companhia novamente.

“Naquele momento, quando lutei pelo titulo dos galos, cheguei, sentei com ‘Dedé’ e perguntei se eu tinha capacidade de lutar em alto nível pelo que vinha passando. Ele foi a primeira pessoa a me apoiar, falou que eu estava em alto nível ainda e que aquilo foi apenas uma luta, diferente do que estamos acostumados a passar. Quando você começa a cair em uma zona de conforto, você vê que está chegando ao final da linha”, declarou Aldo, antes de completar.

“Pelo fato de conquistar o título muito novo, aparecendo cada vez mais, todos imaginam que um dia, quando perdemos será o final, mas não, acredito que essa busca pela nova categoria, a busca de novas metas que fazemos na nossa vida, isso me mantém ativo até hoje. Isso me deu vida nova, novas habilidades. Quero subir de novo no octógono para mostrar o que venho aprendendo. Isso me mantém com uma chama, no topo e lutando em alto nível”, concluiu.

José Aldo, de 35 anos, é um veterano do MMA, considerado por parte da imprensa e dos fãs como um dos principais lutadores da historia do esporte. O brasileiro estreou pelo UFC em 2011, disputou 18 lutas, venceu 12 e perdeu seis vezes. Atualmente, o atleta se encontra em quinto lugar no ranking do peso-galo. Seus triunfos de maior destaque na modalidade foram diante de Chad Mendes (duas vezes), Cub Swanson, Frankie Edgar (duas vezes), Jeremy Stephens, Kenny Florian, Marlon Vera, Mike Brown, Pedro Munhoz, Renato ‘Moicano’, Ricardo Lamas, Urijah Faber e ‘Zumbi Coreano’.

Mais em Entrevistas