Siga-nos
exclusivo!
Louis Grasse/PxImages

Entrevistas

Jennifer Maia minimiza choque em derrota de Valentina Shevchenko no UFC

Veterana do MMA, Jennifer Maia é uma competidora de respeito no peso-mosca (57 kg) do UFC e vai colocar tal reputação em jogo em sua próxima aparição no octógono. Neste sábado (18), em Londres (ING), a brasileira encara a promessa Casey O’Neill e, em caso de vitória, fica próxima de disputar novamente o título da divisão. Como a categoria passou a ser liderada por Alexa Grasso, que venceu Valentina Shevchenko, em março, a curitibana analisou o novo cenário no topo dela.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, Jennifer, ao contrário de parte da comunidade do MMA, informou que não ficou surpresa com a derrota de Valentina para Grasso, apontada por uma parcela dos fãs como uma das maiores zebras da história do esporte. Na ocasião, ‘Bullet’ estava em vantagem na pontuação dos juízes laterais, mas, no quarto round, acabou finalizada pela mexicana e, assim, perdeu a luta, o cinturão da categoria e sua invencibilidade nela. Vale destacar que a brasileira foi a primeira desafiante ao título da divisão a dar um combate de verdade para a quirguistanesa. Em 2020, a atleta sinalizou que, cedo ou tarde, a estrela da modalidade seria destronada, pois seu jogo começou a ser decifrado pela concorrência e, anos depois, tal previsão virou realidade.

“Eu achei que a Valentina teria problemas, porque ninguém é invencível. Sabia que a Grasso é uma atleta muito determinada e que daria trabalho para ela. Não foi uma grande surpresa ela ter perdido o cinturão, embora ainda seja a maior lutadora da história do peso-mosca”, declarou a ex-desafiante ao título do UFC.

Agora, com Grasso sendo campeã dos moscas do UFC, Jennifer, derrotada por Valentina, ganha motivação extra na caminhada rumo ao topo do peso. Embalada pela vitória sobre Maryna Moroz, em novembro, a brasileira visa conquistar o segundo triunfo seguido para, quem sabe, voltar a integrar o top-5 da categoria e a disputar o cinturão dela. É bem verdade que, para parte da comunidade do MMA, a mexicana dificilmente vai repetir o sucesso de ‘Bullet’, que possui sete defesas de título da divisão em seu currículo, mas a curitibana não subestima a atleta.

“Fiquei feliz com a Grasso como campeã, porque dá uma mexida na categoria e isso me motiva sim a tentar conquistar o título. Acho difícil ela ser campeã por tanto temo como a Valentina, mas vai fazer de tudo para manter esse cinturão”, concluiu.

Jennifer Maia, de 34 anos, é um grande nome do peso-mosca do UFC, ex-desafiante ao título da categoria, além de ser antiga campeã do Invicta FC. Em sua trajetória no MMA, iniciada em 2009, a brasileira construiu um cartel composto por 20 vitórias, nove derrotas e um empate. Seus principais triunfos foram sobre Alexis Davis, Jéssica Andrade, Jessica Eye, Joanne Wood, Maryna Moroz e Roxanne Modafferi (duas vezes).

Mais em Entrevistas