Siga-nos
exclusivo!
Divulgação/UFC

Entrevistas

Ex-sparring de ‘Spider’ afia trocação de Rodolfo Vieira e se diz otimista com evolução

Um dos grandes nomes da história recente do jiu-jitsu, o multicampeão mundial Rodolfo Vieira iniciou sua trajetória no MMA há pouco mais de quatro anos e, portanto, ainda busca evoluir nas demais áreas da modalidade para, quem sabe, alcançar o mesmo sucesso que obteve nos tatames da arte suave. Para auxiliá-lo nessa empreitada, o peso-médio (84 kg) do UFC conta agora com o reforço de Roberto Neves, o ‘Facada’, experiente lutador oriundo da luta em pé e que ficou conhecido recentemente por ser o principal sparring de Anderson Silva antes de seu último combate pelo Ultimate.

O veterano assumiu o comando dos treinos de trocação de Rodolfo, visando o confronto do faixa-preta contra Dustin Stoltzfus, marcado para o dia 17 de julho. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight, Roberto ‘Facada’ explicou quais são os principais pontos de ênfase no trabalho com o lutador carioca e rasgou elogios ao pupilo, especialmente pela disposição e facilidade no aprendizado.

A relação entre Rodolfo e ‘Facada’ vem desde os tempos em que ambos ainda estavam no Brasil, onde foram parceiros de treino na ‘Team Nogueira’. Agora, os caminhos de ambos voltaram a se cruzar nos Estados Unidos, onde o agora treinador reside há cerca de um ano e meio, período no qual tem tido dificuldade de encontrar novas oportunidades de competir novamente no MMA, um dos fatores que o levaram a assumir as manoplas.

“A gente se conhece há algum tempo. Fomos parceiros de treino na Team Nogueira. Fizemos vários sparrings juntos. A gente lutou o ACB – que agora é ACA, evento russo – juntos. Eu fiz três lutas lá e a gente lutou no mesmo evento. Eu acabei encontrando ele aqui (nos EUA). E apareceu essa oportunidade de dar aula para ele, para essa luta agora. O professor Mano, que é do karate, está no Brasil. A gente alinhou, eu com o Mano, para montar o treino para o Rodolfo. O Mano me mandou os treinos. E nós estamos dando uma força para ele aqui, o preparando para essa próxima luta e esperando um nocaute. Estamos confiantes nisso”, contou Roberto ‘Facada’, antes de analisar o trabalho com o novo pupilo.

“Como o próprio Rodolfo já disse em algumas entrevistas, ele não está acostumado com porrada. Ele mesmo já disse que tem um pouco de medo, aquela insegurança na trocação. Então, a gente está focando em prepará-lo, não para virar um striker, mas para ele se acostumar com aquela situação. Fazer ele melhorar a movimentação, o tempo de resposta. Aquele básico da trocação, que um atleta tem que ter para lutar MMA. Porque o Rodolfo, com o nível que ele tem de jiu-jitsu, ele não precisa ser um striker nato. Ele só precisa alinhar algumas coisinhas ali e adaptar no jogo dele. Ele está evoluindo muito dentro do que está sendo proposto para ele. E eu poderia até arriscar que ele pode nocautear na próxima luta”, declarou o antigo sparring de Anderson Silva.

No último compromisso, Rodolfo conheceu a primeira derrota no MMA profissional. Apesar do revés ter vindo, de forma surpreendente, por meio de uma finalização, ficou nítido que os principais pontos que necessitam de evolução são a luta em pé e o condicionamento físico, além da experiência que só virá com a prática.

No entanto, não há motivo para pânico. Pelo menos de acordo com Roberto ‘Facada’. O responsável por afiar a trocação do faixa-preta rasgou elogios ao pupilo e garantiu que o mesmo possui o necessário para triunfar no MMA, assim como fez no jiu-jitsu.

“A gente está trabalhando para ele contra golpear, achar o timing e colocar para baixo. E uma vez que levar para baixo, a gente está trabalhando para ele ter calma, paciência, para finalizar a luta. Para não ter pressa. Estabilizar, ganhar a posição, que a finalização chega. O trabalho está sendo bem feito. O Rodolfo é um cara muito inteligente, pega as coisas fácil. É um cara que tem talento para luta no geral.Ele nasceu para fazer isso. E o principal ele tem, a humildade de reconhecer que tem muito a aprender, a melhorar. Acredito que a curto e médio prazo, o Rodolfo vai evoluir muito e com certeza vai se sentir muito bem na trocação”, finalizou Roberto ‘Facada’.

Vale destacar que o trabalho é o primeiro de ‘Facada’ como técnico de um atleta do UFC e tem sido realizado sob a orientação à distância do mestre de karate Mano Santana, responsável por afiar a parte em pé de grandes nomes do MMA mundial, como os irmãos Patrício e Patricky ‘Pitbull’, entre outros. O experiente treinador deve se juntar à preparação de Rodolfo na equipe ‘Fusion X-Cel’, na Flórida (EUA), em breve.

No MMA profissional desde 2017, Rodolfo Vieira soma sete vitórias, sendo seis por finalização, e uma derrota em seu cartel. Pelo UFC, foram dois triunfos e um revés, justamente em sua última apresentação. No próximo dia 17 de julho, o faixa-preta terá a oportunidade de se recuperar ao encarar Dustin Stoltzfus, em evento do Ultimate ainda sem sede definida.

Mais em Entrevistas