Siga-nos
exclusivo!
Diego Ribas/PxImages

Entrevistas

Estreante na ‘Ilha da Luta’, ‘Mamute’ promete cautela para vencer pela primeira vez no UFC

Como ainda é tratada como novidade, a ‘Ilha da Luta’, localizada em Abu Dhabi (EAU), se tornou um dos palcos mais concorridos pelos atletas do UFC. Nesta quarta-feira (20), a organização vai realizar a edição ‘Fight Island 8’, que conta com 14 lutas, e Vinícius Moreira é um dos brasileiros presentes na atração. O meio-pesado (93 kg) vai enfrentar Ike Villanueva com a missão de revitalizar a carreira.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, ‘Mamute’, como o atleta é conhecido, analisou a luta contra Villanueva e não escondeu a animação por atuar em Abu Dhabi. Como o brasileiro perdeu os três combates que disputou pelo UFC, ele deixou claro que recebeu uma grande chance para colocar um ponto final na má fase. Vale lembrar que o adversário também não venceu pela organização, porém o especialista em jiu-jitsu mostrou conhecimento sobre o oponente, o elogiou e destacou que todos os profissionais da companhia têm valor. Sobre o embate, Vinícius revelou que vai adotar uma postura mais estratégica para conquistar o primeiro triunfo na empresa.

“Eu gosto dessas terras, já morei aqui e esse é o momento ideal de girar a chave e conseguir as vitórias. Lutei nos Estados Unidos e, antes de entrar no UFC, vinha com muitas vitórias. Minha cabeça melhorou nesse tempo sem lutar. Minha estratégia é ser mais prudente, diminuir um pouco a agressividade. Mudei e acredito que pisando no freio vou vencer. Tem gente que fala que agora vai ser fácil, mas quem entende sabe que no UFC não tem missão fácil. Tenho amigos que treinaram com Villanueva e estou em alerta. Ele é perigoso, tem um bom boxe, mas vou tentar anular com a minha envergadura. Tenho mais gás e vou procurar o que tenho de melhor, que é o jiu-jitsu. Vou sentir o momento certo de levar a luta para o chão. Essa cautela faltou nas últimas lutas. Será um confronto de estilos e com um pouco mais de estratégia para o meu lado”, declarou ‘Mamute’.

Recentemente, Dana White, presidente do UFC, anunciou que sua organização vai passar por algumas mudanças em seu plantel de lutadores e a informação deixou boa parte dos atletas em alerta. Como ainda busca a primeira vitória na companhia, ‘Mamute’ indicou que esse tipo de pressão não é algo bom de se lidar. Ao mesmo tempo, o brasileiro lembrou que sempre se colocou à disposição da empresa e agradeceu por receber mais uma oportunidade de mostrar seu valor.

“Essa pressão atrapalha na maioria das vezes. Lutar com pressão sempre é ruim, mas procuro não pensar nisso. Sempre agradeço a Deus a chance de lutar no UFC. Apesar de perder três lutas, sempre ajudei e enfrentei atletas experientes. Minha cabeça está boa e acho até que sou um cara querido pela organização. Acredito que o fato de estar aqui, na ‘Ilha da Luta’, um lugar tão concorrido, mostra o carinho que o UFC tem por mim”, concluiu.

Vinícius Moreira iniciou sua trajetória no MMA em 2015, se destacou ao participar da edição brasileira do reality ‘Dana White Contender Series’, em 2018, e, consequentemente, ganhou um contrato com o UFC. Pela organização, o brasileiro realizou três lutas e perdeu no primeiro round para Alonzo Menifield, Eryk Anders e Paul Craig.

Mais em Entrevistas