Siga-nos

Entrevistas

Esquiva Falcão sugere luta com Vitor Belfort em peso-casado no Fight Music Show

Após vencer Cristian Fabian Ríos, em maio, em São Paulo, Esquiva Falcão, um dos principais pugilistas da história do Brasil, ficou próximo de disputar o título mundial da IBF (Federação Internacional de Boxe). Contudo, o atleta faz questão de expressar o interesse em enfrentar Vitor Belfort e, constantemente, desafia o ícone do MMA para uma luta no ringue. Na expectativa do veterano topar sua proposta, o boxeador revela até o palco ideal para abrigar o hipotético duelo.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight (veja acima ou clique aqui), Esquiva propôs para Belfort uma luta no ‘Fight Music Show’, organização que tem como objetivo misturar embates de boxe e MMA com atrações musicais nos eventos. O pugilista até atuou na primeira edição da companhia e nocauteou o influencer Yuri Fernandes. Agora, atleta mira em ‘The Phenom’ e o desafia de forma pública. Disposto a encarar o ex-campeão do UFC, Falcão sugere que o confronto seja realizado em peso-casado para ser algo justo e para brindar os fãs dos esportes de combate com um encontro de alto nível. Apesar do desejo de enfrentar o veterano, Esquiva elogia o alvo.

“Acredito que sim, que pode sair do papel. Belfort foi muito bem no boxe. Para quem não conhece, no início, ele começou no boxe, era bom, foi da seleção brasileira, só que seguiu o caminho do MMA e foi uma grande lenda do MMA, fez história, conquistou cinturões. Acredito que pode ser uma luta legal. Podemos combinar um peso legal, próximo. Já treinei com o Vitor quando fui para o Canadá, bem leve, coisa simples. Fiz o desafio, porque acho que os fãs da nobre arte e do MMA vão gostar desse duelo, todos querem ver. No FMS, acho que esse duelo se encaixaria muito bem. Acho que seria uma das lutas principais que a galera iria assistir”, declarou o boxeador.

Esquiva Falcão, de 32 anos, é um dos pugilistas mais importantes do Brasil e está invicto. O lutador iniciou sua trajetória no boxe profissional em 2014 e, apesar da boa reputação conquistada no esporte, só conseguiu se colocar em posição de destaque depois de uma longa caminhada. O brasileiro conquistou a medalha de prata nas Olimpíadas de 2012, realizada em Londres (ING). Após vencer sua luta em maio, o atleta ficou próximo de disputar o título da IBF.

Mais em Entrevistas