Siga-nos

Entrevistas

Deiveson afirma que Pantoja é mais merecedor de disputar cinturão do que Moreno

No UFC 283, evento que acontece neste sábado (21), no Brasil, Deiveson Figueiredo, campeão do peso-mosca (57 kg) da companhia, enfrenta Brandon Moreno pela quarta vez na carreira, mas abre o jogo e escancara sua insatisfação com o novo compromisso contra o rival. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight (veja acima ou clique aqui), o brasileiro revelou que, se tivesse o poder de escolher com quem lutaria, o ex-detentor do objeto mais valioso da categoria e atual dono do cinturão interino dela ficaria para trás e seria substituído por um compatriota.

De acordo com Deiveson, o mais justo seria o UFC escalar Alexandre Pantoja como seu adversário na disputa pelo cinturão dos moscas. Vale destacar que ‘The Cannibal’ é o número dois no ranking da categoria, atrás apenas do campeão e de Moreno, possui três vitórias seguidas e, em sua carreira, dois triunfos, justamente, sobre o mexicano. Não à toa, o atleta é o reserva imediato do duelo entre Figueiredo e Brandon, caso um dos lutadores não possa atuar. Mas, apesar de elevar o nome do compatriota, ‘Daico’ também o culpou por não ser o desafiante ao título da divisão e apontou que seu estilo discreto longe do octógono o prejudicou na briga com ‘The Assassin Baby’ por tal posição.

“Venho falando isso faz tempo, não sei o motivo do Pantoja não lutar pelo cinturão. Até cheguei a falar em algumas entrevistas que algo de errado ele devia estar fazendo, porque precisava saber vender mais a luta, falar mais. Acho que a organização, hoje, exige isso, gosta disso e os fãs gostam. Às vezes, a gente recebe críticas por xingar, fazer trash talk, mas é isso que vende e com certeza faltou mais isso no Pantoja. É um garoto que era para estar no lugar do Moreno lutando pelo cinturão”, declarou o campeão do UFC.

Deiveson Figueiredo, de 35 anos, é um dos grandes lutadores da história do peso-mosca e é bicampeão da categoria no UFC. Na maior organização de MMA do mundo desde 2017, o brasileiro possui 13 lutas, com dez vitórias, duas derrotas e um empate. Seus principais triunfos foram sobre Alex Perez, Alexandre Pantoja, Brandon Moreno, Jarred Brooks, John Moraga, Joseph Benavidez (duas vezes) e Tim Elliott.

Mais em Entrevistas