Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Entrevistas

Dana White minimiza atrito com ‘Borrachinha’, mas alfineta: “Não viu sua última luta”

Ao que parece, a divergência entre Dana White e Paulo ‘Borrachinha’ segue sem ser resolvida. Recentemente, o brasileiro informou que não aceitou enfrentar Jared Cannonier, no dia 21 de agosto, porque discordou do valor oferecido pelo UFC. Imediatamente, o cartola respondeu e frisou que o atleta reclamou de forma infundada. Agora, o presidente da organização, novamente, se pronunciou sobre o ocorrido.

Na coletiva de imprensa pós-UFC 263, evento realizado no ultimo sábado (12), no Arizona (EUA), Dana minimizou a discussão entre ele e ‘Borrachinha’ e destacou que a dupla possui um bom relacionamento, apesar da divergência contratual. De qualquer forma, o futuro do brasileiro na organização segue incerto, já que parte dos tops do peso-médio (84 kg) já possui lutas marcadas.

Ao atualizar a situação de ‘Borrachinha’ no UFC, Dana pregou cautela e adotou um tom de mistério. Mesmo assim, o cartola deu a entender que ainda conta com o brasileiro. Ao mesmo tempo, o homem de negócios deu a entender que não vai aceitar o valor proposto pelo mineiro para fazer com que o mesmo volte a atuar e lembrou que sua última atuação decepcionou uma parcela da comunidade do MMA.

“Nosso relacionamento está bem. Ele disse alguma besteira maluca e eu endireitei tudo. É assim que eu vejo as coisas. Eu sei o que vem por aí para ele? Parece que não. Parece que ele vai se sentar e curtir um pouco. Eu não sei. Ele disse que quer receber mais por causa das estrelas do YouTube, por quanto elas estão ganhando. Aparentemente, ele não viu sua última luta”, declarou Dana.

Atualmente, Paulo ‘Borrachinha’, de 30 anos, se encontra na segunda posição no ranking do peso-médio do UFC, mas não se apresenta no octógono desde setembro de 2020, quando foi nocauteado pelo campeão Israel Adesanya. No MMA, o brasileiro venceu 13 lutas, sendo 11 por nocaute, e sofreu um revés. Além disso, o mineiro superou nomes importantes do esporte como Johny Hendricks, Uriah Hall e Yoel Romero.

Mais em Entrevistas