Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Entrevistas

Dana White coloca ponto final em possível volta de Khabib: “Está pronto para parar”

Quando Khabib Nurmagomedov anunciou sua aposentadoria do esporte, em outubro de 2020, em Abu Dhabi (EAU), surpreendeu a comunidade do MMA. Desde então, Dana White fez tudo que estava ao seu alcance para convencer o russo a voltar ao UFC. Contudo, recentemente, foi o próprio cartola que informou que ‘The Eagle’ decidiu se afastar da modalidade de forma definitiva e, ao que parece, o líder do Ultimate não vai mais insistir.

Na coletiva de imprensa pré-UFC 260, evento que acontece neste sábado (27), em Las Vegas (EUA), Dana, em tom de lamento, informou que a última reunião que teve com Khabib foi esclarecedora. O líder do UFC revelou que não conseguia enxergar no russo a vontade de permanecer no esporte e, consequentemente, defender o cinturão do peso-leve (70 kg). De acordo com Dana, a relação de Khabib com sua família pesou em sua decisão.

Vale lembrar que o russo, após perder seu pai, Abdulmanap Nurmagomedov, para a COVID-19, explicou que não poderia atuar sem a presença de seu mentor e prometeu ficar mais próximo e cuidar de sua mãe. Além disso, o presidente do Ultimate indicou que o ex-campeão do peso-leve possui uma excelente condição financeira, principal motivo, em sua visão, que leva atletas a abandonarem suas aposentadorias para voltar ao esporte.

“Nós tentamos fazer Khabib voltar, tivemos boas conversas, mas ele está pronto para parar. Acho que ele acabou. Não acho que voltará. Quando você vê lutadores voltando, é por dinheiro. Khabib não precisa dinheiro por muito tempo. No último jantar que tivemos, senti que ele estava de fora. Parecia que Khabib estava lutando com pressão e ele falou que não pode fazer isso com a mãe dele”, decretou Dana.

Khabib Nurmagomedov, de 32 anos, é um dos lutadores mais dominantes da história do MMA. O russo se aposentou do esporte de forma invicta, somando 29 vitórias. Os triunfos de maior destaque do ex-campeão do peso-leve do UFC foram diante de Conor McGregor, Justin Gaethje, Dustin Poirier, Rafael dos Anjos, Edson Barboza e Gleison ‘Tibau’. Atualmente, a estrela da modalidade se transformou em homem de negócios e virou presidente do EFC (Eagle Fighting Championship).

Mais em Entrevistas