Siga-nos
exclusivo!
Diego Ribas/PxImages

Entrevistas

Charles ‘Do Bronx’ analisa luta com Dustin Poirier e promete finalização

Charles Oliveira segue atento aos desdobramentos do UFC 257. No evento do último sábado (23), em Abu Dhabi (EAU), Dustin Poirier e Michael Chandler nocautearam Conor McGregor e Dan Hooker, respectivamente, e ganharam destaque no peso-leve (70 kg) da organização. Sem o aposentado Khabib Nurmagomedov, o brasileiro, que venceu oito combates seguidos e pediu para lutar pelo cinturão da categoria, não escondeu o interesse em enfrentar o americano, analisou o duelo e realizou uma previsão.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, Charles elogiou a trocação de Poirier e reconheceu a qualidade do americano na área, mas mostrou confiança. O brasileiro informou que não teme o poder do ex-campeão interino do peso-leve e destacou sua evolução na luta em pé. Contudo, o especialista em jiu-jitsu adiantou que a estratégia é utilizar o ‘grappling’, sua principal arma, e prometeu ampliar seu recorde de finalizações.

“Não tem como negar. Todos sabem o meu jogo. Sempre que posso, boto a luta para baixo e faço o trabalho acontecer. Poirier é duríssimo na parte em pé, vem trocando e nocauteando todo mundo, mas evoluí na parte em pé e troco porrada com esses caras de igual para igual. Com certeza, eu ia começar trocando, lógico que respeitando, sabendo que ele tem a mão pesada, mas quando aparecer a oportunidade, vou botar para baixo e vou finalizar”, declarou ‘Do Bronx’.

O UFC não confirmou a luta entre Charles e Poirier, porém o paulista já tratou de planejar seu futuro na organização. Caso o embate seja oficializado, o faixa-preta de jiu-jitsu citou os meses de maio e junho como ideais. Inclusive, ‘Do Bronx’ revelou que iniciou a preparação. Embalado pela sequência de vitórias, o atleta garantiu estar motivado para conquistar o maior feito de sua carreira.

“Se essa luta acontecer, provavelmente, vai ser para maio ou junho. Poirier acabou de lutar, sei que não se machucou nem nada, mas ele não gosta de lutas seguidas, uma perto da outra. Ele gosta de curtir com a família. Por isso acho que vai ser em maio ou junho. Já voltei a treinar, estou treinando todos os dias. Estou focado, esperando, é o meu momento. Em 2021, vou ser campeão do UFC, em nome de Jesus. É só manter os pés no chão e fazer acontecer”, concluiu.

Atualmente, Charles ‘Do Bronx’, de 31 anos, vive a melhor fase de sua carreira. A vitória do brasileiro sobre Tony Ferguson, em dezembro, mudou o patamar do lutador no UFC, já que dominou o ex-campeão interino do peso-leve e chegou a aplicar 10×8 em um dos rounds. O paulista ampliou sua sequência de triunfos para oito e passou a ocupar a terceira posição no ranking da categoria.

Mais em Entrevistas