Siga-nos

Entrevistas

Após conquistar quinta vitória seguida, Carla Esparza pede por ‘title shot’ no UFC

Com quatro vitórias seguidas em seu retrospecto recente, Carla Esparza subiu no octógono do UFC Vegas 27, no último sábado (22), ciente de que um novo triunfo, especialmente acompanhado de uma boa apresentação, poderia impulsioná-la para o topo da fila para a próxima disputa de título no peso-palha (52 kg). E foi justamente isso que a ex-campeã fez.

Diante da chinesa Yan Xiaonan, no co-main event da noite, Esparza dominou sua rival e conquistou a vitória por nocaute técnico ainda na metade do segundo round. Mais do que a vitória, sua quinta consecutiva, a atuação da americana, que lhe rendeu seu primeiro triunfo pela via rápida desde 2014, justamente quando se tornou a primeira campeã peso-palha da história do UFC, provou que ela está pronta para tentar recuperar seu título. Pelo menos esta é a torcida da veterana.

“Eu acho que sim. Nada é seguro até que eu assine na linha pontilhada… E ouvir do Dana (White). Mas na minha mente sim (é o suficiente para o title shot)”, afirmou Carla Esparza, na coletiva de imprensa após o UFC Vegas 27 (veja acima ou clique aqui), antes de responder sobre quando gostaria de lutar pelo cinturão.

“Definitivamente em 2021. Quer dizer, eu acho que nós duas saímos de nossas lutas muito saudáveis. Não sofremos nenhum dano. Eu sei que a luta dela (Rose Namajunas) foi muito rápida. Eu estou pronta. Depois de umas férias, eu definitivamente quero voltar ao trabalho”, concluiu.

Credenciada pelo título inaugural peso-palha do Invicta FC, Carla Esparza chegou ao UFC através do reality show ‘The Ultimate Fighter’, do qual foi a grande vencedora da edição 20, ao finalizar Rose Namajunas, conquistando também o primeiro cinturão até 52 kg do Ultimate. Coincidentemente, Namajunas é atualmente a campeã da categoria, após nocautear a chinesa Zhang Weili, em abril deste ano.

Weili, inclusive, é a principal rival de Esparza na corrida pelo próximo ‘title shot’. Apesar de ter sido nocauteada em pouco mais de um minuto de luta contra Namajunas, a chinesa conta com prestígio na organização e pode receber a revanche imediata para tentar recuperar o cinturão dos palhas.

Mais em Entrevistas