Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Entrevistas

Algoz de Vendramini vibra com vitória em estreia no UFC e crava: “O novo rei está aqui”

Após recusar o Ultimate em duas oportunidades, Paddy Pimblett, finalmente, estreou pela maior organização de MMA do mundo e já causou impacto. No UFC Vegas 36, evento realizado no último sábado (4), em Las Vegas (EUA), ‘The Baddy’ sobreviveu aos ataques de Luigi Vendramini, nocauteou no primeiro round e faturou um dos bônus de ‘performance da noite’. Empolgado com o resultado, a nova promessa da companhia projetou um futuro grandioso nela.

Na coletiva de imprensa pós-UFC Vegas 36, Pimblett vibrou com o importante triunfo. É bem verdade que, antes de conseguir o nocaute, o inglês estava em desvantagem na luta contra Vendramini, principalmente, na trocação. Apesar do susto inicial, a promessa do MMA não perdeu a pose e afirmou que, agora, a organização possui um novo rei. Atualmente, ‘The Baddy’ se encontra longe do topo do peso-leve (70 kg), mas o mesmo adiantou que será bastante ativo no octógono e avisou que está apto para encarar qualquer adversário.

Antes de realizar sua estreia, Pimblett prometeu que venceria Vendramini rapidamente e que seria apenas uma questão de tempo para alcançar o lugar mais alto no peso-leve do UFC. Sendo assim, parte da comunidade do MMA classificou o inglês como uma espécie de novo Conor McGregor, por conta de seu talento e por ser adepto do ‘trash talk’. Como impressionou logo na primeira luta, ‘The Baddy’ se colocou à disposição para voltar a atuar o quanto antes, já que esta é a melhor forma de dar continuidade ao hype.

“Este é o meu destino. Estou aqui. Sou o novo garoto do pedaço. Eu disse que venceria no primeiro round. As pessoas pensam que sou um grappler, mas, simplesmente, calei a boca de todos. Mostrei a todos que posso superar as adversidades, trocar golpes, lutar grappling, tentar quedar, tenho personalidade e tenho o visual. O novo rei está aqui”, declarou a promessa do UFC, antes de completar.

“Não me importo com quem será o próximo. Luigi foi o quarto nome que me deram para essa luta. Eu disse sim para os outros nomes. Nunca direi não para uma briga. Não sou um idiota. Seja qual for o nome que for colocado no contrato, vou assinar e lutar. Não me importo se eles estão ranqueados, de onde eles são ou se vão lutar em casa”, concluiu.

Paddy Pimblett, de 26 anos, é uma promessa do MMA. Antes de integrar o UFC, o inglês se destacou no ‘Cage Warriors’. ‘The Baddy’ iniciou sua trajetória no esporte em 2012, disputou 20 lutas, venceu 17, sendo 13 pela via rápida (sete por finalização e seis por nocaute), e perdeu três vezes.

Mais em Entrevistas