Siga-nos
exclusivo!
Natassia del Fischer

Entrevistas

Alex ‘Cowboy’ promete nocautear Randy Brown para desafiar Robbie Lawler

Alex Oliveira não foi feliz em seu último compromisso pelo UFC. ‘Cowboy’ estava escalado para atuar em fevereiro, em Las Vegas (EUA), porém seu adversário original e o substituto tiveram problemas e saíram de cena. Sem lutar desde outubro de 2020, o brasileiro volta à ação diante de Randy Brown no dia 24 de abril, na edição de número 261, que acontece na Florida (EUA), e o atleta já mira o futuro em busca do tempo perdido.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight, ‘Cowboy’ confessou que foi difícil lidar com as trocas de adversário e com o cancelamento de sua luta no dia da pesagem. Originalmente, Alex enfrentaria Brown, porém o atleta saiu do combate por razões desconhecidas. Na sequência, a companhia definiu o estreante Ramazan Kuramagomedov como oponente do brasileiro, mas o russo ficou doente na véspera do evento. Impedido de atuar, o lutador revelou que a vontade de estar no octógono é grande.

Inclusive, o brasileiro foi breve ao analisar o embate contra ‘Rude Boy’ e adiantou que o rival não lhe impressiona. A confiança de Alex é tanta, que o lutador prometeu nocautear. Apesar do encontro entre ‘Cowboy’ e Brown colocar frente a frente dois atletas fora do top-15 dos meio-médios (77 kg), a expectativa de parte da comunidade do MMA é de que o duelo seja divertido e aproxime o vencedor da elite da categoria. De acordo com Alex, seu objetivo é passar por Brown para, justamente, encarar os grandes nomes da divisão.

“Eu fiquei abalado sim. Infelizmente, ele não estava bem, passou mal, o outro adversário também não lutou e a luta caiu. Agora, é bater de frente. A gente estuda o adversário para botar em prática lá. Não posso citar o que vou fazer na hora, mas ele tem uns pontos fracos que vou explorar. Vou ser um pouco showman, um pouco estratégico e vou nocautear, é certo”, declarou Alex.

Em caso de vitória sobre Brown no UFC 261, ‘Cowboy’ abriu o jogo e revelou que gostaria de enfrentar Robbie Lawler na sequência dos eventos. Vale lembrar que essa não foi a primeira vez que o brasileiro citou o ex-campeão dos meio-médios como adversário ideal. Atualmente, o veterano ocupa o 15º lugar no ranking da categoria, mesmo com quatro derrotas seguidas. Contudo, Alex ignorou o momento delicado vivido pelo alvo e explicou que vai pedir a luta pelo espetáculo que podem proporcionar aos fãs no octógono.

“Estou caçando adversários ranqueados, adversários mais duros. Quero enfrentar o Lawler. Essa luta é nossa também. Ganhando, vou pedir para lutar com ele. Espero que ele aceite, porque será uma grande luta. A galera vai ter show”, concluiu.

Natural de Três Rios, no Rio de Janeiro, Alex ‘Cowboy’ ficou conhecido na comunidade do MMA por conta de seu estilo de luta agressivo e por se colocar à disposição do UFC para substituir atletas impossibilitados de atuar. O brasileiro estreou pela organização em 2015, disputou 19 combates, venceu 11, perdeu sete e um terminou em no-contest. Seus triunfos de maior destaque no esporte foram diante de Carlos Condit, Tim Means e Will Brooks. Em sua última aparição, Alex sucumbiu para Shavkat Rakhmonov, em outubro de 2020.

Mais em Entrevistas