Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Boxe

Woodley promete machucar Jake Paul em luta de boxe: “Não vai querer lutar de novo”

Mesmo sendo oriundo do wrestling, Tyron Woodley esbanja confiança para a luta de boxe com Jake Paul. Neste domingo (29), em Cleveland (EUA), o ex-campeão dos meio-médios (77 kg) do UFC vai realizar sua estreia na nobre arte contra o youtuber e o clima entre eles é hostil. Tanto que, apesar da falta de experiência nos ringues, ‘The Chosen One’ prometeu dar um fim violento ao desafeto no aguardado embate.

Ao participar do programa ‘The MMA Hour’, Woodley ignorou a má fase que atravessa na carreira e se mostrou confiante de que tem o que é preciso para acabar com Jake no boxe. Em suas últimas aparições no UFC, o ex-campeão perdeu quatro lutas seguidas e, consequentemente, foi desligado. Disposto a provar seu valor nos esportes de combate, ‘The Chosen One’ perseguiu o youtuber e conseguiu o duelo que tanto almejava.

No MMA, Woodley ficou conhecido por apresentar um wrestling de alto nível e pelo poder de nocaute. E é justamente esta força sua principal arma para a luta contra Jake. Ciente de que possui tal característica, ‘The Chosen One’ duvidou que o youtuber conseguirá sobreviver quando for tocado por suas mãos e provocou ao cravar que o rival desperdiçou a chance de abandonar o duelo, já que não sabe com quem está lidando.

“Estou muito feliz de fazer parte disso, mas não estou aqui apenas para participar. Vou assumir o controle e Jake vai se machucar de uma maneira que você jamais imaginou. Ele pode não querer lutar de novo depois disso. Jake lembra minha versão mais jovem, fazendo toda a mídia e besteiras adicionais. Vou apenas sentar e sorrir, porque fiz isso uma vez. Me acostumei como um gangster e estou representando o MMA. Estou representando os gangsters de verdade. Não os caras mais velhos, mas as pessoas reais que defendem algo. As pessoas vão adorar esta performance”, declarou Woodley, antes de completar.

“Não acredito nas coisas da Disney. Ele está pressionado. Eu também sou inteligente. Ele não é o único inteligente. É tarde demais para ele desistir da luta. É por isso que eu disse que queria uma cláusula, porque sabia que se ele visse o quão forte eu realmente soco e quão grande é minha mente para qualquer esporte de combate, meu Q.I. de luta, poderia desistir. É tarde demais. Ele será a maior p***  da indústria se desistir. Agora, posso falar e posso mostrar a vocês. Eu prometo. Todo esse camp foi um filme. Se ele tentar forçar a COVID-19 para sair, vou ao seu hotel para enfiar um cotonete em seu nariz. Ele realmente não entende a força com que dou um soco. Não é algo que um sparring em Porto Rico possa imitar”, concluiu.

Tyron Woodley, de 39 anos, viveu altos e baixos no MMA. O americano se tornou campeão dos meio-médios do UFC ao nocautear Robbie Lawler, em 2016, e defendeu o cinturão em quatro oportunidades. No entanto, o atleta entrou em má fase ao perder o título da categoria para Kamaru Usman, em 2019. Na sequência, o veterano sucumbiu contra Gilbert ‘Durinho’, Colby Covington, Vicente Luque e foi liberado pela organização.

Mais em Boxe