Siga-nos
Divulgação

Boxe

Medalhista olímpica, Bia Ferreira encara americana em novo desafio no boxe profissional

Após construir uma trajetória vitoriosa no esporte olímpico, Beatriz Ferreira pretende repetir a façanha no boxe profissional. Neste sábado (3), a pugilista brasileira encara a americana Carisse Brown, pela divisão super-pena (58,9 kg). O combate será realizado na ‘Desert Diamond Arena’, em Phoenix (EUA).

O confronto marca o segundo combate como profissional de ‘Bia’. Em sua estreia, em novembro deste ano, a brasileira derrotou a compatriota Taynna Cardoso por decisão unânime dos juízes. Agora, diante de uma rival ainda mais experiente, a medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio planeja manter o retrospecto positivo.

“Esperamos um combate intenso. A Bia é uma atleta muito agressiva e potente, e isso é um diferencial no boxe feminino. Ela vai buscar impor essa agressividade com toda a sua potência, desde o início da luta”, destacou Mateus Alves, treinador chefe da Seleção Brasileira de boxe, em comunicado enviado à imprensa.

Com apenas 29 anos de idade, Beatriz detém planos ambiciosos para o futuro. Apesar de se aventurar como profissional, a brasileira também pretende ir em busca de mais uma medalha olímpica, desta vez em Paris, em 2024.

“A ideia é realmente a Bia ter adversárias de alto nível para subir na carreira profissional. Queremos deixar uma imagem positiva neste início. A expectativa é de fazer mais três combates em 2023, visando o Mundial de boxe e a Olimpíada de Paris”, afirmou seu treinador.

Durante sua trajetória no boxe amador, Beatriz protagonizou 94 combates. Na caminhada, a brasileira somou 85 triunfos e apenas nove derrotas. Como profissional, Bia detém o até então modesto cartel de uma vitória em um confronto.

Mais em Boxe