Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Boxe

Lenda do boxe afirma que youtuber tem “boas chances” de vencer Tyron Woodley

Se Logan Paul parecia não contar com a confiança de muitas pessoas ligadas ao mundo do boxe para seu confronto diante de Floyd Mayweather, o mesmo não pode ser dito sobre seu irmão mais novo, Jake Paul, que tem compromisso agendado contra o ex-campeão do UFC Tyron Woodley, para o dia 28 de agosto. Além de ser apontado como favorito nas bolsas de apostas, o youtuber ganhou um reforço de peso na lista dos que confiam em seu potencial para surpreender o experiente lutador de MMA, que fará sua estreia na nobre arte.

Em entrevista ao site ‘TMZ Sports’, Roy Jones Jr – que durante sua carreira conquistou títulos mundiais de boxe em quatro divisões de peso diferentes – afirmou que Jake possui “boas chances” de superar Woodley. Na visão da lenda do boxe, a boa base de fundamentos adquirida pelo youtuber no pouco tempo dedicado à modalidade, além da diferença entre as luvas utilizadas na nobre arte e no MMA, podem fazer a diferença no confronto.

“Bem, (Jake) Paul tem boas chances porque ele tem uma formação decente de boxe. Ele tem treinado com alguns caras bons e ele sabe como boxear. Boxe com as luvas calçadas é uma coisa diferente, então lutar com Tyron Woodley é bom. Mas Tyron Woodley também tem uma boa formação no boxe. Então, depende de quem tem a formação melhor, quem tem os melhores professores”, analisou Roy Jones Jr, antes de completar.

“Você tem as luvas de boxe, aqueles golpes são um pouco diferente do que com luvas de MMA. O que vai determinar o resultado é quem vai conseguir conectar os melhores golpes com as luvas de boxe. Porque socar com luvas de boxe e socar com luvas de MMA são duas coisas diferentes”, explicou.

Jake Paul ganhou notoriedade pelo seu trabalho no Youtube. Mas em 2020, o jovem de 24 anos obteve sucesso no boxe e chamou a atenção no mundo das artes marciais. Em novembro do ano passado, o americano nocauteou Nate Robinson, ex-jogador da NBA, no mesmo evento que marcou o retorno de Mike Tyson aos ringues. Depois deste combate, que representou seu segundo triunfo na modalidade, o youtuber desafiou alguns lutadores profissionais e fez mais barulho no esporte ao nocautear Ben Askren, ex-atleta do UFC e Bellator ainda no primeiro round.

Já Tyron Woodley, de 39 anos, foi dispensado pelo Ultimate após acumular quatro derrotas seguidas no octógono, sendo a última delas em março deste ano para o brasileiro Vicente Luque. O americano chegou ao auge de sua carreira em 2016, quando nocauteou Robbie Lawler e conquistou o cinturão dos meio-médios do UFC. Após esse confronto o lutador defendeu o título quatro vezes até perder a coroa para Kamaru Usman, em 2019.

Mais em Boxe