Siga-nos
Matt Davies/PxImages

Boxe

Jake Paul impõe condição para encarar Tommy Fury e provoca: “Não teria que treinar”

Ao que tudo indica, Jake Paul e Tommy Fury podem tentar tirar do papel o duelo de boxe entre eles mais uma vez. Mas, após dois cancelamentos prévios, ambos em virtude de problemas relacionados ao britânico, o youtuber americano não está disposto a arcar com os gastos da promoção do evento sozinho. Sob as condições que considera certas, no entanto, o algoz de Anderson Silva admite ter interesse no embate e vê um caminho tranquilo para a sua vitória.

Em entrevista ao ‘The MMA Hour’, Jake Paul indicou que aceitará o combate contra Fury caso os representantes do rival assumam o risco financeiro do show. O youtuber, invicto em sua ainda curta carreira no boxe, também fez questão de provocar o desafeto e afirmar que o britânico seria um adversário que lhe traria muito menos dificuldade do que o brasileiro Anderson Silva, ex-campeão do UFC, seu último oponente no ringue.

Para o americano, a discrepância entre o nível dele e de Fury como pugilistas o permitiria, inclusive, ‘pegar leve’ na preparação para o combate. Apesar disso, Jake garante que este não será o caso se o compromisso for, de fato, agendado, já que considera que esta não é postura de um lutador profissional.

“Sim, definitivamente existe o interesse (de fazer essa luta com Fury). Eu acho que se o time dele assumir os riscos financeiros e organizar o evento, então tudo bem por mim. Eu só não quero assumir o risco mais, porque eu acho que ele vai desistir, de novo, muito provavelmente. Mas é uma luta fácil para mim. Muito mais fácil do que Anderson (Silva)”, provocou Jake, antes de completar.

“Esse garoto é um iniciante, ele nunca lutou contra alguém bom. Ele nunca sequer fez uma luta de oito rounds. Ele simplesmente não tem a experiência que eu tenho, o que é maluco dizer porque ele tem feito isso a vida toda dele. Mas as pessoas o chamam de boxeador profissional e o respeitam como um pugilista profissional. Então, eu adoraria tirar esse título dele. Eu não teria sequer que treinar para essa luta. Eu ainda treinaria porque eu sou um profissional, mas eu não teria que treinar para enfrentá-lo”, finalizou.

Invictos no boxe profissional, Tommy Fury (8-0) e Jake Paul (6-0) estiveram escalados para se enfrentarem em duas oportunidades, mas em ambas ocasiões o combate precisou ser cancelado. Na primeira tentativa, os rivais deveriam ter se enfrentado em dezembro de 2021, mas o inglês desistiu do duelo por razões médicas. Já neste ano, uma nova luta esteve próxima de se concretizar em agosto, mas Fury novamente teve problemas, dessa vez com seu visto de entrada nos Estados Unidos, e o confronto caiu mais uma vez.

Mais em Boxe