Siga-nos

Bellator

Lenda do MMA mostra admiração e pede luta com Fedor Emelianenko no Bellator

Um dos nomes mais respeitados da história do MMA, Fedor Emelianenko se encaminha para a aposentadoria. Sendo assim, inúmeros atletas mostraram interesse em um possível duelo com a lenda russa no final de sua carreira. Agora, o ex-campeão do PRIDE FC se prepara para atuar no Bellator 269, que acontece no dia 23 de outubro, em seu país natal, e um velho conhecido está disposto a enfrentá-lo, mesmo em território hostil.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Josh Barnett, ex-campeão do peso-pesado do UFC, elogiou Fedor e enalteceu a reputação conquistada pelo mesmo ao longo de sua trajetória no esporte. Conhecido pela personalidade forte e opiniões contundentes, o veterano ressaltou que ‘The Last Emperor’ continua representando perigo para quem quer que seja seu oponente. Mesmo sendo dono do status de ‘bad boy’ na modalidade, o americano possui uma boa relação com o russo.

No entanto, tal amizade não impede Barnett de projetar um possível duelo com Fedor. Para isto acontecer, o americano terá que superar uma grande concorrência, composta por nomes como Alistair Overeem, Fabrício Werdum, Júnior ‘Cigano’, entre outros. Como possui feitos no MMA, ‘The Warmaster’ está confiante de que o Bellator vai lhe oficializar como oponente do russo em breve. A curiosidade é que Barnett e Fedor são contemporâneos e, apesar de brilharem no PRIDE FC, a dupla jamais se enfrentou na organização japonesa.

“Levei uma questão de segundos para avisar que queria esta luta. Quanto ao Fedor voltar à ação, se ele sente que tem algo, o saúdo. Sei que é difícil para as pessoas de fora olharem para um lutador com tantas lutas. Eles têm a opinião que é uma carreira em declínio. A questão é que as carreiras dos atletas são curtas e não é o tipo de coisa que você possa retomar. É claro que meu nome está no topo da lista. Todos dizem que essa é a luta a ser travada. É apenas uma questão de alinhar as coisas de forma que possam acontecer e isso exige muito dinheiro e logística. Não é tão fácil oficializar essas lutas”, declarou Barnett, antes de completar.

“O tempo dirá se é esse o caso ou não, mas estou disponível. É uma oportunidade e a ideia de lutar na Rússia é fantástica. Não me importo de ser o visitante. Fedor merece tudo isso e mais um pouco. Se as pessoas têm memória curta, eu sou seu amigo, então o apoio. Eu realmente gostei de estar na Rússia. Somos dois dos pesados ​​mais populares lá. Não há nada como lutar com o herói russo na Rússia. Ganhar, perder ou empatar, seria incrível. Se esta é a última luta de Fedor, ele pode fazer isso com alguém que se importa e quer venerá-lo. Não quero o nome dele, o legado, não quero que nada deste confronto seja negativo para Fedor”, concluiu.

Assim como Fedor Emelianenko, Josh Barnett, de 43 anos, foi um integrante do peso-pesado bastante temido. O americano foi campeão da categoria no UFC e sua última luta no MMA aconteceu em 2016. No esporte, o veterano possui um cartel de 35 vitórias, sendo 29 pela via rápida, e oito derrotas. Seus triunfos de maior destaque foram diante de Andrei Arlovski, Dan Severn, Frank Mir, Mark Hunt, Pedro Rizzo, Randy Couture, Rodrigo ‘Minotauro’, Roy Nelson e Sergei Kharitonov.

Mais em Bellator