Siga-nos
Divulgação/Bellator

Bellator

Campeão do Bellator, Douglas Lima mostra interesse em subir para o peso-médio

Douglas Lima tem pela frente um duro teste no Bellator. Na edição de número 260, que acontece no dia 11 de junho, em Connecticut (EUA), o campeão dos meio-médios (77 kg) da organização vai colocar o cinturão da categoria em jogo contra o invicto Yaroslav Amosov, porém já pensa adiante. O brasileiro, que é um dos principais atletas da companhia, mostrou ambição ao projetar seu futuro na empresa.

Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, Douglas surpreendeu ao revelar que planeja realizar uma nova aventura no peso-médio (84 kg) do Bellator no futuro. Vale lembrar que, em sua última aparição pela companhia, realizada em outubro de 2020, o brasileiro disputou uma superluta contra Gegard Mousasi, campeão da categoria, pelo título da mesma.

Na ocasião, Douglas foi dominado pelo veterano e perdeu por decisão unânime. Sendo assim, o brasileiro optou por voltar para os meio-médios, divisão que domina. Contudo, o duro revés diante de ‘The Dreamcacther’ não acabou com o sonho do goiano de se tornar campeão duplo do Bellator. Douglas indicou que assimilou a derrota e prometeu que não vai desperdiçar a chance de conquistar o título do peso-médio novamente.

“Ganhar o torneio contra Rory (MacDonald) foi o ponto alto da minha carreira. Depois, não consegui vencer Mousasi pelo cinturão dos médios. Eu estava confortável, já que ainda teria meu cinturão dos meio-médios, mesmo se perdesse. Eu deveria estar com mais fome, ter vontade”, declarou Douglas, antes de completar.

“Ser dono de dois cinturões teria sido uma grande conquista. Este é um erro que nunca mais repetirei. Ainda quero conquistar o cinturão dos médios. Perdi, mas não foi algo desigual. Também está na minha lista de desejos lutar no Japão. Espero que façamos algo com o Rizin novamente”, concluiu.

Douglas Lima, de 33 anos, é um dos principais nomes da história do Bellator e é considerado por parte dos fãs como uma possível ameaça aos tops dos meio-médios do UFC. O campeão integra a organização desde 2011, disputou 18 lutas por ela, venceu 14 e perdeu quatro. Seus triunfos de maior destaque no esporte foram diante de Andrey Koreshkov (duas vezes), Lorenz Larkin, Michael Page e Rory MacDonald.

Mais em Bellator