Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Blachowicz prega respeito para duelo com Glover: “Mostraremos como homens lutam”

Depois que surpreendeu ao conquistar o título vago dos meio-pesados (93 kg) do UFC, em setembro de 2020, Jan Blachowicz defendeu o cinturão na superluta contra o favorito Israel Adesanya, em março de 2021. Empolgado com o sucesso na categoria, o campeão terá pela frente Glover Teixeira na edição de número 266, que acontece no dia 4 de setembro, ainda sem local definido, e está ansioso para medir forças com o veterano.

O aguardado embate entre Blachowicz e Glover é a prova de que a idade é apenas um número no MMA, já que ambos são os atletas mais velhos no top-15 dos meio-pesados. De acordo com o campeão da categoria, a experiência conquistada ao longo dos anos no esporte foi crucial na atual fase da dupla. Vale destacar que tanto o brasileiro, quanto o polonês venceram cinco lutas seguidas.

Como a categoria dos meio-pesados vive um período de renovação, Blachowicz adiantou que o choque entre ele e Glover vai separar os homens dos meninos e que deveria servir de inspiração para os atletas mais jovens. Apesar de elogiar e reconhecer o perigo que o desafiante representa, o campeão indicou que a melhor forma de mostrar respeito pelo veterano, de 41 anos, é exigir o máximo dele no octógono.

“Estou animado. Glover é mais velho do que eu. Ele é um bom lutador, muito experiente, tem um jiu-jitsu incrível, um wrestling muito bom e é bom no boxe. Acho que vou lutar contra a melhor versão dele, porque pode ser a última chance dele pelo título e uma das últimas lutas de sua carreira”, declarou o campeão dos meio-pesados ao site ‘Submission Radio’, antes de completar.

“Ele vai fazer de tudo para me vencer e tenho que estar pronto para isso. Vamos mostrar aos jovens lutadores como homens de verdade lutam. É um prazer para mim ser a última luta da vida de Glover. Vou fazer a melhor luta que posso para dar isso a ele. Me desculpe Glover, mas tenho que te nocautear. Não é problema meu”, concluiu.

O duelo entre Glover Teixeira e Jan Blachowicz, válido pelo ‘main event’ do UFC 266, apresenta um clima amigável entre os atletas. Inclusive, o brasileiro contou com o apoio do próprio campeão dos meio-pesados para garantir a luta pelo título da categoria. Após encarar o mineiro, o polonês expressou o interesse em enfrentar Jiří Procházka, Jon Jones e até mesmo Francis Ngannou.

Mais em UFC