Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Vettori critica possível mudança de categoria de Adesanya e pede por revanche

Israel Adesanya teve uma ascensão meteórica no UFC, tanto que precisou de apenas dois anos para se tornar campeão do peso-médio (84 kg) da organização e, neste caso, o sucesso também implica no surgimento de rivais. Se em sua luta anterior o nigeriano protagonizou uma guerra verbal com Paulo ‘Borrachinha’, desta vez, é Marvin Vettori que se destaca como possível principal opositor. O italiano enfrenta Jack Hermansson no principal embate do UFC Vegas 16, evento que acontece neste sábado (5), mas seu alvo não é o sueco e sim o nigeriano.

Em conversa com a imprensa durante o media day virtual da atração, Vettori condenou não só o fato de Adesanya estar envolvido em uma possível superluta no peso-meio-pesado (93 kg), contra Jan Blachowicz, como também sua postura. Além disso, o italiano afirmou que as atuações e feitos do rival ainda não o convenceram.

“É uma besteira. Acho que ele pensa que é o cara e que pode fazer o que quiser. Para mim, ele ainda não provou muito. A última luta dele foi boa, mas, principalmente, porque Paulo se derrotou. A luta anterior foi, basicamente, uma das piores disputas de cinturão de todos os tempos e ele perdeu para Yoel Romero. Ele não se provou muito, mas a imprensa está em cima dele. É melhor ele ficar e não brincar no meio-pesado. Fique e me enfrente”, criticou Vettori

A dupla já se enfrentou em 2018 e, na ocasião, Adesanya levou a melhor por decisão dividida em uma luta que gerou discussão na comunidade do MMA. Após o encontro, o nigeriano seguiu no caminho das vitórias, se tornou campeão e Vettori se reencontrou. Desde então, o italiano venceu três lutas seguidas e, por isso, garantiu que o resultado de uma revanche seria diferente.

“Acho que vou vencê-lo. Vou dominá-lo. Os lutadores entram e o subestimam de alguma forma. Adesanya é sólido. Você tem que pressioná-lo da maneira correta e aprendi muito. Assisti aquela luta não faz muito tempo e percebi, na época, não sabia muito do que ele sabia, principalmente na trocação e ainda me saí bem por instinto. Agora, vejo tudo que ele está fazendo, o estudo há muito tempo e será um jogo totalmente diferente. Mesmo na trocação, sei o que ele vai tentar fazer e não sei se ele vai saber o que tentarei fazer. Além disso, tenho uma enorme vantagem no grappling. Acho que vai ser uma luta completamente diferente”, finalizou.

O italiano Marvin Vettori vive grande fase no UFC. O atleta, de 27 anos, passou por Cezar ‘Mutante’, Andrew Sanchez e impressionou na luta contra Karl Roberson, na qual finalizou no primeiro round em junho.

Mais em UFC