Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Valentina admite surpresa com postura de Amanda Nunes em derrota no UFC

Se Valentina Shevchenko segue absoluta no peso-mosca (57 kg) do UFC, o mesmo não vale mais para Amanda Nunes no peso-galo (61 kg). Em dezembro, em Las Vegas (EUA), a brasileira foi surpreendida por Julianna Peña, acabou finalizada no segundo round e, consequentemente, perdeu o cinturão da categoria. Como conhece bem a baiana, ‘Bullet’ não fica em cima do muro ao analisar a luta que choca o mundo até hoje.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Valentina revelou que ficou mais surpresa com a forma como Amanda se apresentou para a luta do que propriamente com a vitória de Julianna. De acordo com a campeã do peso-mosca do UFC, a brasileira não era nem de longe a mesma profissional que dominou o peso-galo no período de 2016 até 2021 e ressaltou que a diferença era clara.

E ‘Bullet’ possui propriedade para comentar, já que enfrentou a ‘Leoa’ duas vezes quando integrava o peso-galo e foi derrotada nas duas oportunidades. Como lidou com Amanda em seu melhor estado físico e técnico, Valentina afirmou que algo aconteceu com a atleta e a impediu de atuar com 100% de sua capacidade.

“Eu não estava em choque. Claro que foi surpreendente, mas não vi Amanda na mesma forma que ela costumava estar na luta. Por exemplo, quando lutamos, ela tinha olhos completamente diferentes, tudo diferente. Na luta com Julianna, ela estava um pouco mais relaxada. Não sei como ela se preparou para essa luta, mas ela parecia diferente”, declarou a campeã do UFC.

Como já informou que deve retornar ao peso-galo para disputar o título ainda em 2022, Valentina se mostrou interessada em medir forças com Amanda pela terceira vez. Vale lembrar que parte da comunidade do MMA apontou ‘Bullet’ como vencedora da segunda luta contra a brasileira. No entanto, o foco da ‘Leoa’ é a revanche com Julianna, que acontece em julho. Caso ‘The Venezuelan Vixen’ vença a baiana novamente, Shevchenko também abre as portas para encarar a campeã da categoria. E o motivo é simples, pois a veterana finalizou a americana, em 2017. Dessa forma, o UFC teria como vender um possível duelo entre as profissionais.

“Acho inevitável. Se Amanda perder, será Julianna. Lutei com Julianna há alguns anos, finalizei com uma chave-de-braço e agora as pessoas definitivamente estão trazendo o nome dela com mais frequência”, concluiu.

Valentina Shevchenko, de 34 anos, optou por descer do peso-galo do UFC para o peso-mosca e não demorou para se tornar campeã. ‘Bullet’ conquistou o título vago da categoria em 2018, e, desde então, defendeu o cinturão seis vezes. No MMA, a atleta do Quirguistão disputou 25 lutas, venceu 22 e perdeu três vezes. Seus triunfos de maior destaque no esporte foram sobre Holly Holm, Jennifer Maia, Jéssica Andrade, Joanna Jedrzejczyk, Julianna Peña, Katlyn Chookagian, Lauren Murphy, Liz Carmouche e Sarah Kaufman.

Mais em UFC