Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Treinador revela que Jon Jones segue com Adesanya em seu radar no UFC

Sem lutar desde fevereiro de 2020, Jon Jones se prepara para fazer seu retorno triunfal no UFC, que pode acontecer no final da atual temporada ou no início de 2023. Inclusive, Dana White indica que ‘Bones’ deve estrear no peso-pesado já disputando o título da categoria, podendo ser o linear, contra Francis Ngannou, ou o interino, com Stipe Miocic. Contudo, Brandon Gibson, treinador do americano, revela que outro lutador ainda consta no radar do seu atleta para um futuro encontro no octógono.

Em entrevista ao canal do ‘YouTube’ ‘Submission Radio’, o profissional informou que Jones não desistiu da luta contra Israel Adesanya no UFC. E o motivo do antigo rei dos meio-pesados (93 kg) ainda projetar um possível duelo com o campeão do peso-médio (84 kg) é pela rivalidade construída por ambos. Vale lembrar que, no passado, o combate entre os atletas quase saiu do papel. Em meio aos constantes ataques mútuos pelas redes sociais, o nigeriano chegou a desafiar ‘Bones’, que topou o confronto, mas, em seguida, ‘The Last Stylebender’ voltou atrás e alegou que precisava de mais tempo no MMA.

De qualquer forma, a animosidade envolvendo as estrelas do UFC segue viva e, de acordo com o treinador, a vontade de Jones de colocar as mãos no inimigo também. Confiante na evolução de ‘Bones’ sob sua tutela, Gibson classifica o antigo rei dos meio-pesados como favorito em um possível embate contra Adesanya e, mesmo ciente da qualidade do campeão do peso-médio na trocação, crava que seu atleta o vence até na luta em pé.

“Eu adoraria. Tenho certeza que eles venderiam muitos pay-per-views. Isso seria divertido para Jones. Sei que ele adoraria fazer disso uma luta embolada e acabar com ele pior do que fez com Brandon Vera. Então, sim, eu adoraria ver essa luta um dia. Absolutamente, Jones poderia vencer Adesanya na trocação. Jones enfrentou alguns dos melhores strikers da história do jogo. Caras como Lyoto, Rampage, Shogun e Gustafsson. Jones pode trocar golpes com qualquer um. Com o poder e o conjunto de habilidades que Jones realmente desenvolveu nos últimos dois anos, acho que ele vai surpreender muitos adversários, times e fãs quando chegar lá”, declarou o profissional.

Jon Jones, de 35 anos, é ex-campeão dos meio-pesados do UFC e é apontado por parte dos fãs como o melhor lutador da história do MMA. Após dominar a categoria, ‘Bones’ decidiu se aventurar no peso-pesado, já que revelou que sempre sonhou em alcançar o lugar mais alto da divisão. Em sua carreira, o americano disputou 28 lutas, venceu 26, perdeu uma e a outra terminou em ‘no contest’ (sem resultado). Seus principais triunfos foram sobre Alexander Gustafsson (duas vezes), Anthony Smith, Chael Sonnen, Daniel Cormier, Dominick Reyes, Glover Teixeira, Lyoto Machida, Maurício Shogun, ‘Rampage’ Jackson, Rashad Evans, Ryan Bader, Thiago ‘Marreta’ e Vitor Belfort.

Mais em UFC