Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

UFC

Performance histórica! Números comprovam atropelo de Max Holloway no UFC Ilha da Luta 7

Max Holloway voltou ao caminho das vitórias de forma triunfal. Após perder duas lutas seguidas e, consequentemente, o cinturão do peso-pena (66 kg), o havaiano estava desacreditado por boa parte dos fãs para o duelo contra Calvin Kattar, ‘main event’ do UFC Fight Island 7, que aconteceu no último sábado (16), em Abu Dhabi (EAU). No entanto, o ex-campeão da categoria encerrou as dúvidas quanto a sua carreira ao dar uma verdadeira aula de trocação ao adversário no octógono. A performance de ‘Blessed’, como o atleta é conhecido, foi tão especial, que quebrou vários recordes da organização.

Max Holloway é o lutador que mais aplicou golpes significativos em uma luta na história do UFC. Contra Kattar, o havaiano acertou 445, sendo que o recorde anterior era 290, do mesmo Holloway diante de Brian Ortega. Os números da noite histórica do ex-campeão do peso-pena vão além. ‘Blessed’ realizou 744 tentativas de ataque e também superou a anterior (515). E não para por aí, já que Holloway também é dono da maior quantidade de golpes lançados na cabeça (274) e no corpo de um adversário (117). O recorde de golpes significativos distribuídos em um round também é do ex-número um da categoria (141).

Ainda tem espaço para mais estatísticas importantes. Com o triunfo, Holloway ampliou seu registro de golpes significativos no UFC para 2.618 e também ultrapassou Georges St-Pierre para o número total de ataques lançados (2.805 contra 2.591). Na história do peso-pena, o ex-campeão é o segundo com mais vitórias e só fica atrás de José Aldo (18 do brasileiro contra 17 do americano).

Max Holloway se tornou campeão do peso-pena em 2017, quando nocauteou José Aldo, em pleno Brasil, e defendeu o cinturão ao vencer o mesmo Aldo na revanche, Brian Ortega e Frankie Edgar. O havaiano só perdeu o título em 2019, quando encontrou Alexander Volkanovski. Na ocasião, foi derrotado por decisão unânime e, no segundo embate com o rival, levou a pior por decisão dividida.

Mais em UFC