Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Nate Diaz provoca McGregor após declaração de guerra no UFC: “Já estava morto”

A última luta entre Conor McGregor e Nate Diaz aconteceu em 2016, porém a rivalidade dos atletas não morreu. Pelo contrário, o tempo ampliou a animosidade envolvendo os astros do UFC. Tanto que após o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e do peso-leve (70 kg) da organização declarar guerra aos demais competidores, na última segunda-feira (22), o ‘bad boy’ americano não deixou barato.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), Nate não titubeou ao responder McGregor e fez pouco caso do mesmo. Disposto a encarar o rival em uma possível e valiosa trilogia no UFC, o irmão mais novo de Nick Diaz zombou do posicionamento de ‘Notorious’, que prometeu dar a volta por cima no MMA em 2022 e cravou que vai disputar o título do peso-leve contra o vencedor do duelo entre Charles ‘Do Bronx’ e Dustin Poirier, que acontece em dezembro. Ao tomar conhecimento de tal declaração, o americano minimizou o perigo que o desafeto representa, pois o classificou como um lutador acabado, que já viveu seu melhor momento no esporte.

“A guerra foi declarada há muito tempo. Você já estava morto”, escreveu o ‘bad boy’ em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Nate Diaz, de 36 anos, é um dos lutadores de maior popularidade no MMA atual, mas vive má fase. O atleta perdeu três das últimas quatro lutas que disputou, sendo a mais recente realizada em junho, contra Leon Edwards. Ao menos, o americano voltou a ficar ativo no UFC, já que não atuava desde 2019. Seus principais triunfos no esporte foram diante de Anthony Pettis, Conor McGregor, Donald Cerrone, Gray Maynard, Jim Miller, Melvin Guillard, Michael Johnson e Takanori Gomi.

Mais em UFC