Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

UFC

Max Holloway indica que revanche com Conor McGregor faz parte de seus planos

Apesar de ser um atleta jovem, Max Holloway já pode ser considerado um veterano do MMA. O havaiano estreou pelo UFC em 2012, enfrentou diversos lutadores qualificados e conquistou o cinturão do peso-pena (66 kg) da organização. O próximo compromisso de ‘Blessed’, como o profissional é conhecido, será contra Calvin Kattar, no ‘main event’ do UFC Fight Island 7, atração que acontece no dia 16 de janeiro, em Abu Dhabi (EAU), mas o ex-número um da categoria já está de olho em uma revanche – e ela não envolve Alexander Volkanovski.

Em conversa com a imprensa durante o media day do evento, Holloway revelou que um novo encontro com Conor McGregor faz parte de seus planos para o futuro. Vale lembrar que a dupla se enfrentou em 2013 e, na ocasião, o astro irlandês levou a melhor por decisão unânime. Ao mesmo tempo que manifestou o interesse em um acerto de contas com o carrasco, o havaiano ressaltou que Kattar, seu atual adversário, não pode ser ignorado. ‘Blessed’ também informou que a perda do cinturão para Volkanovski não abalou sua confiança e garantiu que seus alvos são os melhores lutadores do MMA, pois é muito competitivo.

“Não fiquei chateado por não ter o cinturão. Ele é importante para as pessoas o reconhecerem como campeão, mas me comporto como campeão. Essa é uma luta grande e estou animado. Vou lutar com público e estou no primeiro ‘main event’ do UFC. Luta é luta e estou ansioso para fazer o que sei. Respeito Kattar e tenho que fazer o meu trabalho. Vou lá, controlo o que acontece no octógono e, fora dele, fica por conta dos meus empresários. Veremos o que acontece, mas nunca diga nunca. Se você quer ser o melhor, o número um peso-por-peso, você deveria enfrentar qualquer um, não importa a categoria. É nisso que acredito. Sou um competidor e quero competir. As pessoas consideram McGregor um dos melhores lutadores do esporte e, como competidor, essa é uma das lutas que me intriga. Lutamos há muito tempo, mas, primeiro vem Kattar”, declarou Holloway.

Max Holloway se tornou campeão do peso-pena em 2017, quando nocauteou José Aldo, em pleno Brasil, e defendeu o cinturão ao vencer o mesmo Aldo na revanche, Brian Ortega e Frankie Edgar. O havaiano só perdeu o título em 2019, quando encontrou Alexander Volkanovski. Na ocasião, foi derrotado por decisão unânime e, no segundo embate com o rival, levou a pior por decisão dividida.

Mais em UFC