Siga-nos
UFC/ Divulgação

UFC

Marvin Vettori faz história e anota primeira vitória italiana em um main event no UFC

Escalado de última hora para fazer a luta principal do UFC Las Vegas 16, evento realizado neste sábado (5), o italiano Marvin Vettori fez história ao se tornar o primeiro italiano a liderar um card na organização. E a pressão pareceu fazer bem ao atleta.

Sem respeitar o número quatro do ranking oficial, Vettori pressionou desde o começo e provou que merece estar entre os dez melhores da divisão dos pesos-médios (84 kg). Em sua primeira apresentação de cinco assaltos, o italiano cansou, mas esbanjou raça e potência em seus ataques para convencer os jurados de que ele merecia deixar o cage como vencedor.

Aos 27 anos, o pupilo de Rafael Cordeiro na ‘Kings MMA’ agora anota 16 vitórias e apenas quatro derrotas em seu cartel como profissional. Vale lembrar, inclusive, que com quatro triunfos seguidos no cage, seu último algoz foi nada menos do que Israel Adesanya, em duelo realizado em abril de 2018.

Cinco anos mais velho, o atleta sueco agora soma cartel profissional com 21 vitórias e seis tropeços

A luta


O assalto inicial começou com a pressão imposta pelo italiano. Canhoto, Vettori cortou ângulos e obrigou o rival a andar para trás com combinações de cruzados. Na metade dos cinco minutos, Hermansson recebeu um preciso direto e caiu em knockdown, o que o obrigou a passar o restante da etapa com as costas no chão, apenas se defendendo. Vettori 10 x 8 Hermansson.

No round seguinte, o peso-médio sueco, ciente da desvantagem nas papeletas dos jurados, foi mais agressivo em pé e aproveitou a primeira oportunidade para mergulhar em uma queda. No entanto, o jovem de 27 anos mostrou boa defesa e acabou por cima, de onde estabilizou a posição de vantagem e atacou o suficiente para anotar nova vantagem parcial. Vettori 20 x 17 Hermansson.

Mais cansado no terceiro assalto, o italiano passou a encontrar problemas para manter a distância, tanto que passou boa parte dos cinco minutos andando para trás. Apesar de conectar bons contra ataques, Vettori entregou o domínio territorial e o controle das ações, perdendo por vantagem mínima. Vettori 29 x 27 Hermansson.

Orientado por Rafael Cordeiro, Vettori apostou em golpes de resposta para cada avanço do rival, e tornou a quarta etapa uma verdadeira batalha no centro do octógono. Com ambos os atletas cansados e cientes da importância, a disputa sobrou em emoção, e melhor para o italiano, que liderou graças à potência de seus ataques. Vettori 39 x 36 Hermansson.

O round final voltou a ser marcado pela agressividade de ambos competidores, que a essa altura trocavam socos de forma franca e com a guarda mais baixa do que o habitual. Vantagem para o italiano, que provou estar pronto para competir por cinco assaltos. Vettori 49 x 35 Hermansson.

Acompanhe os resultado do UFC Las Vegas 16:

Marvin Vettori venceu Jack Hermansson por decisão unânime;
Jamahal Hill nocauteou Ovince Saint Preux no 2º round;
Gabriel Benítez nocauteou Justin Jaynes no 1º round;
Roman Dolidze venceu John Allan por decisão dividida;
Jordan Leavitt nocauteou Matt Wiman no 1º round;
Louis Smolka nocautoeu José Alberto Quiñónez no 2º round;
Ilia Topuria nocauteou Damon Jackson no 1º round;
Jake Collier venceu Gian Villante por decisão unânime.

Mais em UFC