Siga-nos
Jeff Bottari/Zuffa LLC

UFC

Makhachev comemora vitória sobre Hooker e aposta em Poirier contra ‘Do Bronx’

Islam Makhachev confirmou que, de fato, representa uma ameaça aos grandes nomes do peso-leve (70 kg) do UFC. Na edição de número 267, realizada no último sábado (30), em Abu Dhabi (EAU), o amigo e parceiro de treino de Khabib Nurmagomevov finalizou Dan Hooker com facilidade no primeiro round e se aproximou de disputar o título da categoria. Empolgado por conquistar a maior vitória de sua carreira, o russo projetou seu futuro na organização.

Na coletiva de imprensa pós-UFC 267, Makhachev comemorou o fato de ter impressionado parte da comunidade do MMA por vencer Hooker, um oponente de alto nível, de forma dominante e reconheceu o valor do adversário, mas, ao mesmo tempo, lembrou que, antes do duelo acontecer, avisou que iria comprovar sua superioridade com uma vitória pela via rápida, pois considera esta a melhor forma de crescer na empresa.

Em quinto lugar no ranking do peso-leve e dono de uma sequência de nove vitórias, sendo as três últimas por finalização, a tendência é que Makhachev suba na tabela de classificação. Ciente de que vive excelente fase no UFC, o russo seguiu os conselhos de Daniel Cormier e Khabib Nurmagomedov e, confiante, pediu, mais de uma vez, para disputar o título da divisão. Como o campeão Charles Oliveira vai encarar Dustin Poirier, em dezembro, ainda não se sabe quem terá o cinturão da categoria. De acordo com o atleta, o americano é favorito, mas, de qualquer forma, garante que está preparado para medir forças com qualquer integrante do top-5.

“Eu disse que poderia trocar golpes com Hooker, mas sabia o caminho mais fácil. É por isso que escolhi este caminho. Sei que seu jogo de chão não é tão bom. Me sinto bem, porque mostrei meu nível. Não sei quantos minutos demorou. Agora, todos vão falar que Hooker é um oponente fácil, que não tem grappling ou wrestling. Hooker é duro. Ele venceu ‘Durinho’ e muitos caras. Acho que mereço agora. Quando Chandler venceu Hooker, o UFC lhe deu uma luta pelo título. Por que não para mim?”, declarou Makhachev, antes de completar.

“Também estou pronto. Não estou aqui para vencer 15 caras. Tenho nove vitórias seguidas agora. O UFC tem que me dar uma chance, Dana tem que me dar uma chance. Agora, serei o número três ou quatro, então eu não sei se vai ser mais fácil conseguir lutas. Estou pronto para lutar pelo título, mas se o UFC me der outra direção, estou pronto para qualquer um. Acho que Poirier vai vencer Charles. Muitas coisas vão mudar nos próximos meses. É por isso que vou esperar”, concluiu.

Para a temporada 2021, Islam Makhachev revelou que seu objetivo é se consolidar como um dos melhores atletas do peso-leve do UFC e conquistar o prêmio de lutador do ano. Atualmente, o russo está embalado com nove vitórias seguidas e vive seu melhor momento na carreira. Em sua trajetória na companhia, o profissional foi apontado por parte da comunidade do MMA como uma espécie de novo Khabib Nurmagomedov, seu amigo e parceiro de treino, por conta do estilo de luta e dominância no octógono. Seus triunfos mais importantes foram sobre Arman Tsarukyan, Dan Hooker, Davi Ramos, Drew Dober, Gleison ‘Tibau’ e Thiago Moisés.

Mais em UFC