Siga-nos
UFC/ Divulgação

UFC

Mackenzie Dern mostra evolução em pé e vence batalha sangrenta no UFC 256

Em duelo que colocou duas brasileiras frente a frente no octógono, o esperado confronto no chão entre as especialistas em jiu-jitsu Mackenzie Dern e Virna Jandiroba foi apagado por uma intensa troca de golpes em pé. E a melhor ficou com a filha do lendário lutador Welington ‘Megaton’ na decisão dos jurados.

Dona de fortes cruzados, a multicampeã de jiu-jitsu levou vantagem em pé e, apesar da dificuldade em derrubar a adversária, impôs seu domínio. Desta forma, Mackenzie anotou a terceira vitória na temporada 2020, ampliando seu cartel para dez triunfos e apenas uma derrota.

Aos 27 anos, a atleta deve garantir mais destaque no ranking divisão dos pesos-palhas (52 kg). Atualmente, Dern ocupa a posição de número 11 na seleta lista da categoria.

A luta

Sem nenhum momento de luta no chão, o primeiro round contou com troca franca de golpes em pé. Enquanto Mackenzie apostou na potência de seus ataques, principalmente nos cruzados de direita, Virna investiu em sequências no contragolpes. Etapa movimentada, mas que contou com o domínio territorial da multi campeã mundial de jiu-jitsu. Mackenzie 10 x 9 Virna.

No segundo round, Jandiroba, ex-campeã peso-palha (52 kg) do Invicta FC, equilibrou as ações ao aproveitar a queda do ímpeto da oponente. Com golpes em linha reta, uma joelhada no infight e alguns clinches, a atleta de 32 anos abriu um corte do rosto de Mackenzie e garantiu vantagem com seu volume de ataques. Mackenzie 19 x 19 Virna.

Na última etapa, os fortes treinos com Jason Parillo mostraram efeito. Melhor em pé, Mackenzie balançou a rival com um forte cruzado, mas acabou derrubada na sequência. A seguir, nova troca de ataques que ficou marcada pela contundência a favor da filha de ‘Megaton’ cravou a vantagem necessária para decretar a vantagem parcial. Mackenzie 29 x 28 Virna.

Acompanhe os resultado do UFC 256:

Mackenzie Dern venceu Virna Jandiroba por decisão unânime;
Kevin Holland nocauteou Ronaldo ‘Jacaré’ no 1º round;
Ciryl Gane nocauteou Junior ‘Cigano’ no 2º round;
Cub Swanson nocauteou Daniel Pineda no 2º round;
Rafael Fiziev nocauteou Renato ‘Moicano’ no 1º round;
Gavin Tucker venceu Billy Quarantillo por decisão unânime;
Tecia Torres venceu Sam Hughes por nocaute técnico no 2º round;
Chase Hooper finalizou Peter Barrett no 3º round.

Mais em UFC