Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Khamzat Chimaev amplia lista de potenciais rivais ao desafiar promessa do UFC

Khamzat Chimaev é imparável. Após impressionar novamente no UFC, em evento realizado em outubro, em Abu Dhabi (EAU), o sueco, que não atuava desde setembro de 2020, expressou o interesse em permanecer em atividade, ainda na atual temporada, para ter ritmo de luta e citou diversos nomes dos meio-médios (77 kg) como potenciais adversários. Agora, ‘Borz’ colocou mais um atleta em sua lista de desejos.

Atento ao que acontece na categoria do UFC, Chimaev utilizou suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui) para desafiar Sean Brady. O americano atuou na edição ‘Vegas 43’, que aconteceu no último sábado (20), levou a melhor diante de Michael Chiesa e, consequentemente, conquistou a maior vitória de sua carreira.

A curiosidade é que o americano, assim como ‘Borz’, é uma promessa do MMA, já se encontra no top-15 dos meio-médios e está invicto no esporte. Como o sueco reconheceu o valor do atleta, lançou um desafio em tom amistoso. Após mirar o lutador, Belal Muhammad, Colby Covington, Gilbert ‘Durinho’, Jorge Masvidal, Kamaru Usman, Leon Edwards, Neil Magny, Stephen Thompson e Vicente Luque, Chimaev aguarda uma posição oficial do UFC quanto ao seu futuro na divisão.

“Eu quero lutar com esse cara. Vamos lutar, irmão”, escreveu o sueco em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Invicto no MMA, Khamzat Chimaev, de 27 anos, possui quatro lutas no UFC e já se encontra em décimo lugar no ranking dos meio-médios. O sueco estreou pela organização em 2020 e, até o momento, suas vítimas nela foram John Phillips, Rhys McKee, Gerald Meerschaert e Li Jingliang em sequência. A curiosidade é que ‘Borz’ venceu os dez combates que disputou na carreira pela via rápida (seis por nocaute e quatro por finalização), estatística que prova sua dominância quando atua.

Mais em UFC