Siga-nos
Diego Ribas

UFC

Khabib Nurmagomedov indica ‘número mágico’ para aposentadoria: “30-0 será ótimo”

Consagrado como um dos melhores lutadores do mundo na atualidade, Khabib Nurmagomedov tem a rara oportunidade de encerrar sua trajetória no MMA profissional sem sofrer nenhuma derrota. Atualmente com o cartel invicto após 28 combates, o campeão peso-leve (70 kg) do Ultimate pode ampliar seu irrepreensível histórico no próximo sábado (24), ao defender seu título contra Justin Gaethje, na luta principal do UFC 254, que terá como sede a ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU).

Aos 32 anos, e já tendo superado grande parte dos principais nomes da categoria, o russo já deixou claro sua intenção de não prolongar sua carreira por muitos anos. Ciente do seu lugar garantido na história do esporte, Khabib busca agora ampliar seu legado e, obviamente, manter o cartel invicto. Em entrevista ao ‘Yahoo! Sports’, o campeão indicou que o ‘número mágico’ para sentir-se confortável com sua trajetória a ponto de pendurar as luvas pode ser o de 30 vitórias.

“Honestamente, eu não sei. 30-0 vai ser ótimo. Parece ótimo, soa bem. Vai ser um ótimo cartel, isso é tipo (Floyd) Mayweather no MMA. Vamos ver, eu estou muito próximo disso”, ponderou Khabi, antes de analisar seu legado na história do MMA.

“Ok, eu supero Justin Gaethje, eu venço mais um cara, eu o domino – eu acho que meu nome vai estar sempre na história. Eu acho que meu nome já vai estar para sempre na história por causa do que aconteceu há dois anos (contra Conor McGregor), isso nunca vai ser esquecido. Mesmo depois de 50 anos, as pessoas vão assistir essa luta e ficar impressionadas. Isso é como quando Muhammad Ali enfrentou (Joe) Frazier em Manila. As pessoas nunca esquecem essa luta. Eu já estou na história, mas eu preciso de legado. Para o legado, Justin Gaethje é um grande oponente no momento”, concluiu.

Campeão peso-leve do Ultimate desde abril de 2018, Khabib Nurmagomedov defende seu título pela terceira vez neste sábado, desta vez diante do americano Justin Gaethje, detentor do cinturão interino da divisão. Anteriormente, o russo já frustrou os planos de Conor McGregor e Dustin Poirier, que tentaram destroná-lo.

Mais em UFC