Siga-nos
Leandro Bernardes / PxImages

UFC

Khabib indica intervenção divina em fratura sofrida por McGregor no UFC 264

Khabib Nurmagomedov não tem dúvidas: a fratura sofrida por Conor McGregor, que decretou sua derrota para Dustin Poirier no último sábado (10), pelo main event do UFC 264, em Las Vegas (EUA), foi fruto de intervenção divina. Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, o russo ponderou que a bizarra lesão seria uma espécie de castigo lançado por Deus para cobrar humildade do irlandês.

Vale lembrar que logo após o encerramento do UFC 264, Khabib já havia vibrado com o revés sofrido por seu desafeto, citando inclusive uma polêmica frase: “o bem sempre vence o mal”. A relação de inimizade entre o russo e McGregor vem de longa data, quando ambos ainda nem estavam oficialmente em rota de colisão no UFC, mas o irlandês já atacava o rival de divisão através de provocações.

Quando foram escalados para se enfrentarem, em duelo que seria vencido por Nurmagomedov, em outubro de 2018, o clima só piorou, com várias trocas de farpas e incidentes. Conhecido por seu trash talk, McGregor apelou para ataques à religião, à família e ao país de Khabib, enquanto o russo e sua equipe, após a vitória no duelo, iniciaram uma briga generalizada com a entourage do irlandês, que terminou em punições e multas aplicadas pela Comissão Atlética de Nevada, responsável pela realização do evento em questão.

“Sempre vai ter algo superior – mais poderoso – do que nós temos. Algumas vezes, quando as pessoas se tornam: ‘Eu sou isso, eu posso fazer aquilo. Eu sou esperto porque sou forte’. Deus sempre vai te fazer ficar humilde. Eu vi a entrevista do treinador dele: ‘Eu não entendo como isso aconteceu. Ele é um homem jovem e forte, e quebrou o pé, eu não entendo’. Tudo vem de Deus. Você tem que se tornar humilde. Quando você se torna rico, forte, famoso, e depois você pensa que isso é por causa de você mesmo? Deus vai te fazer ficar humilde”, declarou Khabib.

Uma revanche entre Khabib Nurmagomedov e Conor McGregor sempre esteve nos planos do UFC, mas nunca chegou a se concretizar, muito em função da falta de interesse do russo, que alegava já ter demonstrado sua superioridade sobre o desafeto. Por sua vez, o irlandês – ex-campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve (70 kg) do Ultimate – acusa até hoje o rival de fugir de um novo combate entre eles.

Khabib Nurmagomedov se aposentou em outubro do ano passado, após defender o título dos leves diante de Justin Gaethje no UFC 254. O russo deixou o esporte com o invicto cartel de 29 vitórias e nenhuma derrota.

Mais em UFC